Economia Notícias

Confiança do Comércio sobe 3,0 pontos em fevereiro, a primeira alta em cinco meses, mostra FGV

Confiança do Comércio sobe 3,0 pontos em fevereiro, a primeira alta em cinco meses, mostra FGV
  • Publicado em 28 de fevereiro de 2023

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM) do FGV IBRE subiu 3,0 pontos em fevereiro para 85,8 pontos, sendo a primeira alta em cinco meses. Na métrica de médias móveis trimestrais, houve queda de 0,5 ponto, quarta queda seguida.

“A confiança do comércio volta a subir em fevereiro depois de 4 meses com fortes quedas ou estabilidade. A alta do mês foi influenciada por uma melhora da percepção dos empresários em relação a situação atual, mas é necessário cautela porque os resultados positivos recuperam apenas parte do que foi perdido desde o final de 2022. Pelo lado das expectativas, se observa uma acomodação em patamar baixo, com pouca variação nos últimos meses, demonstrando que ainda existe preocupação com o futuro. Os próximos resultados serão importantes para mostrar se a alta deste mês sinaliza o início de uma recuperação ou apenas uma manutenção da confiança em patamar baixo. O segundo cenário parece mais provável considerando a expectativa de desaceleração econômica no início de 2023”, avalia Rodolpho Tobler, economista do FGV IBRE.

A alta do ICOM em fevereiro foi disseminada em 5 dos 6 principais segmentos do setor embora com perspectivas distintas no horizonte temporal. O Índice de Situação Atual (ISA-COM) avançou 6,7 pontos para 86,6 pontos, primeira alta depois de quatro meses de quedas consecutivas, enquanto o Índice de Expectativas (IE-COM) cedeu 0,8 ponto, para 85,7 pontos.

Demanda insuficiente para melhoria dos negócios e ISA-COM

Apesar de uma percepção melhor sobre a demanda em fevereiro e consequentemente sobre a situação atual, isso não é suficiente para recuperar as perdas dos meses anteriores. O ISA-COM, em médias móveis trimestrais, acumulou perda de 21 pontos desde agosto de 2022. No mesmo sentido, também tem aumentada a citação ao fator de demanda insuficiente como um limitativo à expansão dos negócios. Atualmente 26,8% citaram sugerindo dificuldade de recuperação no setor.

Fonte: FGV

Written By
Redação It's Money

A redação do portal It’s Money é formada por um time de profissionais com ampla experiência editorial, com acompanhamento e revisão de jornalistas especializados.