Economia Notícias

Confiança Empresarial sobe 2,2 pontos em março, mostra FGV

Confiança Empresarial sobe 2,2 pontos em março, mostra FGV
  • Publicado em 3 de abril de 2023

O Índice de Confiança Empresarial (ICE) do FGV IBRE subiu 2,2 pontos em março, para 91,4 pontos. Apesar de ainda estar distante do nível neutro de 100 pontos, este é o maior registro desde novembro de 2022 (91,5 pontos naquela ocasião).

Em médias móveis trimestrais, o indicador interrompe a sequência de cinco quedas consecutivas para subir 0,2 ponto no mês.

índice-de-confiança-empresarial-FGV-março_its-money
Fonte: FGV

“As sondagens empresariais do FGV IBRE retratam um cenário ainda fraco de atividade econômica ao final do primeiro trimestre de 2023 para os segmentos cíclicos da economia, associado a uma melhora das expectativas, especialmente nos quesitos com horizonte de seis meses. Em outras palavras, a despeito do aumento da incerteza econômica em março – em grande parte relacionado ao risco de crise bancária nos EUA e na Europa – há redução do pessimismo das empresas brasileiras em relação ao segundo semestre do ano. Destaca-se neste sentido a Indústria, primeiro setor a registrar desaceleração no ano passado, e que agora passa a apresentar expectativas mais favoráveis no horizonte de seis meses além de um maior ímpeto para contratações”, avalia Aloisio Campelo Jr., Superintendente de Estatísticas do FGV IBRE.

índice-de-confiança-empresarial-FGV-março_2023_its-money
Fonte: FGV

A alta da confiança empresarial em março foi determinada principalmente pela melhora das expectativas em relação aos meses seguintes. O Índice da Situação Atual Empresarial (ISA-E) subiu 1,0 ponto, para 90,9 pontos e o Índice de Expectativas (IE-E) subiu 5,1 pontos, para 93,0 pontos, maior nível desde outubro de 2022 (95,9 pts.). Com o resultado, o IE-E supera o ISA-E pela primeira vez desde março de 2022.

índice-de-confiança-empresarial-FGV-março_2023_gráfico_its-money
Fonte: FGV

O Índice de Confiança Empresarial (ICE) consolida os índices de confiança dos quatro setores cobertos pelas Sondagens Empresariais produzidas pela FGV IBRE: Indústria, Serviços, Comércio e Construção.

Em março, os índices de confiança dos Serviços, Indústria e Comércio subiram enquanto a confiança da Construção ficou estável. Os setores industrial e de Serviços interrompem a sequência de duas e cinco quedas consecutivas, respectivamente. No caso da Indústria houve avanço apenas nas expectativas para os próximos meses, enquanto nos Serviços houve melhora dos indicadores nos dois horizontes de tempo.

índice-de-confiança-empresarial-FGV-março_2023_gráfico_2_its-money
Fonte: IBGE

Difusão da Confiança

Em março, a confiança empresarial subiu em 61% dos 49 segmentos integrantes do ICE, uma disseminação ligeiramente inferior à observada no mês anterior.

índice-de-confiança-empresarial-FGV-março_2023_gráfico_3_its-money
Fonte: IBGE
Written By
Redação It's Money

A redação do portal It’s Money é formada por um time de profissionais com ampla experiência editorial, com acompanhamento e revisão de jornalistas especializados.