Destaques Notícias Resultados Corporativos

Copel (CPLE6) lucra R$ 942 milhões no 4T23, avanço de 51%

Copel (CPLE6) lucra R$ 942 milhões no 4T23, avanço de 51%
  • Publicado em 1 de março de 2024

A Copel – Companhia Paranaense de Energia (CPLE6) reportou lucro líquido de R$ 943 milhões no quarto trimestre de 2023 (4T23), o que representa em avanço de 51% em relação ao mesmo período do ano anterior (4T22) e 102% de crescimento ante o 3T23. 

Além disso, o lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado teve recorde no acumulado de 2023, em R$ 5,8 bilhões – com R$ 1,5 bilhão somente no 4T23. 

“Realizamos em 2023 o maior investimento da história da Copel Distribuição com aplicação de R$ 2 bilhões para modernização, ampliação e automação da infraestrutura elétrica do Paraná. Assim, alcançamos ao final do ano uma eficiência histórica, com o Ebitda ajustado superando em 28% o EBITDA regulatório”, observa Daniel Slaviero, Presidente da Copel. 

Por outro lado, o resultado financeiro ficou negativo em R$ 305,7 milhões no 4T23, ante R$ 279,7 milhões negativos no 4T22. 

Receita 

Ainda, segundo a leitura da casa de análise DVinvest, a receita da Copel foi de R$ 8,5 bilhões em 2012 e de R$ 21,5 bilhões em 2023, um crescimento médio anual de 8,8%. 

“Isso ocorreu de modo quase linear ao longo dos anos, mas que foi favorecido em 2021 por um aumento no preço da energia elétrica devido a um menor volume de chuvas. Em 2023, a Copel apresentou redução de 2% na receita em relação ao ano anterior”, observa a casa de análise.  

Sendo assim. para a DVinvest, analisando esse crescimento, a principal variável positiva foi a disponibilidade de rede elétrica, fruto de um aumento no mercado de fio faturado por ela.  

“Por outro lado, os ativos e passivos setoriais apresentaram uma queda relevante, fruto de uma redução no preço da energia, que aumentou a receita da empresa em 2022”. 

Resultado trimestral Copel (CPLE6) 

 A seguir, confira abaixo os principais destaques do resultado trimestral da Copel (CPLE6): 

  • Ebitda ajustado: recorde de R$ 5,8 bilhões em 2023 (+5,6% vs 2022) e R$ 1,5 bilhão no 4T23 (+4,6% vs 2022); 
  • Lucro Líquido: R$ 943 milhões no 4T23 (+51,1% vs 4T22) e R$ 2,3 bilhões em 2023 (+102,5% vs. 2022); 
  • Geração de caixa operacional: R$ 1,5 bilhão no 4T23; 
  •  Custos e despesas operacionais das operações continuadas: R$ 4.445,1 milhões, redução de 6,7% em comparação aos R$ 4.765,5 milhões registrados em 4T22. 
Confira a tabela com os principais resultados da Copel – Companhia Paranaense de Energia (CPLE6) no 3T23. Acesse o release completo no site da empresa.

Análise de resultado Copel (CPLE6) 

“Mais um resultado em linha com os anteriores”, avalia Renato Reis, analista fundamentalista na DVinvest. 

Segundo ele, em 2023, a Copel realizou o desinvestimento em algumas empresas e fez seu programa de demissão voluntária. Dessa forma, entrará em 2024 muito “mais limpa”. 

“Pessoalmente, acho que o preço atual já reflete bem os resultados apresentados. Mas a Copel é uma boa opção para quem gosta de empresas estáveis e pagadoras de dividendo, mesmo que não tenham muita gordura para o ganho de capital”, finaliza o analista.  

Além da Copel, confira os resultados corporativos do 4T23 já divulgados pelas empresas.   

Histórico de resultados CPLE6 

Agora, veja abaixo o histórico de resultados da Copel (CPLE6), com um resumo dos principais números levantados no relatório da empresa, além da análise do especialista. Boa leitura! 

Balanço corporativo CPLE6 3T23 

A Copel – Companhia Paranaense de Energia (CPLE6) reportou um lucro líquido de R$ 441 milhões no 3T23. Segundo seu release de resultados, o valor representa uma alta de 16,6% na comparação com o 3T22.

Portanto, considerando o acumulado nos nove primeiros meses, o lucro líquido registrado, considerando operações descontinuadas, foi de R$ 1.384,4 milhões ante R$ 525,8 milhões registrados no mesmo período de 2022.

Já o Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) atingiu R$ 1,4 bilhão no período, 26,8% a mais do que no mesmo período do ano anterior. Assim, a margem Ebitda alcançou 51,0% no trimestre. Ou seja, leve alta de 1,5% na comparação com o ano passado.

Com isso, a receita operacional líquida das operações continuadas da Copel foi de R$ 5,544 bilhões no terceiro trimestre deste ano, uma alta de 8,5% em relação à igual trimestre de 2022. A margem líquida do 3T23 subiu 100,7% na mesma base de comparação, para 31,4%.

Em suma, esse resultado é decorrente de um aumento de R$ 330,6 milhões na receita de disponibilidade da rede elétrica e maior remuneração dos ativos de transmissão, em função de reajustes tarifários.

Análise de resultado CPLE6 (3T23)

O analista fundamentalista da DVinvest, que faz análises dos resultados corporativos para o It’s Money, Renato Reis avaliou o resultado como positivo.

Contudo, ele explica que a parte de geração e transmissão foi beneficiada pela entrada de duas novas usinas eólicas. Além de haver um reajuste tarifário na distribuição.

Por outro lado, na parte de custos, ela foi pontualmente impactada por um aumento nas demissões voluntárias, que geram custos extras no curto prazo, mas bons benefícios no longo prazo.

“Dessa forma, a tendência é de que ela apresente custos cada vez menores a partir do ano que vem, melhorando sua eficiência.”

Confira a tabela com os principais resultados da Copel – Companhia Paranaense de Energia (CPLE6) no 3T23. Acesse o release completo no site da empresa.

 

 

Written By
Redação It's Money

A redação do portal It’s Money é formada por um time de profissionais com ampla experiência editorial, com acompanhamento e revisão de jornalistas especializados.