Fechar

It's Money, informação que conecta você ao mundo dos investimentos de forma ágil e descomplicada.


Posts populares

Bolsa de Valores Destaques Onde Investir

CPTI11 vale a pena? Descubra aqui!

CPTI11 vale a pena? Descubra aqui!
  • Publicado em 14 de abril de 2024

Se você está considerando o CPTI11, provavelmente é porque está pensando em investir em um fundo de infraestrutura. Ou talvez, esteja procurando uma forma de diversificar seus investimentos, indo além das opções mais conhecidas.

Mas, o que faz dele uma opção potencialmente interessante? Vamos desvendar neste artigo, abordando como o CTPI11 funciona, seu rendimento, dividendos e muito mais. A ideia é ajudar você a entender se ele se encaixa no seu perfil de investidor.

Preparado? Vamos lá!

CPTI11: o que é

Quando falamos de CPTI11, estamos abreviando o nome de um fundo de infraestrutura. Nome esse que é longo e, até certo ponto, autoexplicativo. Trata-se da Capitânia Infra Fundo de Investimento em Cotas de Fundos Incentivados de Investimento em Infraestrutura Renda Fixa Crédito Privado.

É uma oportunidade de investimento única no mercado, dependendo do seu perfil e metas.

Negociado na Bolsa de Valores Brasileira (B3), o fundo tem como objetivo principal a aquisição de cotas de FI-Infra. Mas, o que isso realmente significa e como isso se traduz em benefícios práticos para você? Vamos por partes.

Entendendo FI-Infra e Fundos Incentivados

Primeiramente, é crucial entender o conceito de FI-Infra, ou Fundos de Investimento em Infraestrutura.

Esses fundos são veículos de investimento destinados a financiar projetos de infraestrutura no país. Estradas, portos, energia, saneamento básico e telecomunicações são alguns exemplos.

São considerados fundos incentivados porque oferecem benefícios fiscais tanto para os gestores dos projetos quanto para os investidores, sob a forma de isenções ou alíquotas reduzidas de impostos sobre os rendimentos e ganhos de capital.

Vantagens fiscais e distribuição de rendimentos

Uma das vantagens mais atrativas do CPTI11 é sua capacidade de distribuição mensal de rendimentos com isenção ou alíquota zero nos rendimentos e no ganho de capital para pessoa física.

Isso significa que os investidores podem desfrutar dos frutos de seus investimentos sem a preocupação de um grande impacto fiscal, o que é relativamente raro em outras classes de ativos.

Além disso, 0% de IR sobre o valor de resgate para pessoas físicas adiciona um incentivo ainda maior, tornando-o uma escolha popular entre os investidores interessados em eficiência fiscal.

Agora uma curiosidade: sabia que ele é coordenado pela XP Investimentos e gerido pela Capitânia, uma gestora de recursos com mais de R$23 bilhões sob gestão e 20 anos de história? Isso mesmo, estamos falando de um player de peso no mercado financeiro.

Como funciona o CPTI11?

Mas como exatamente o CPTI11 funciona? Este fundo é classificado como híbrido, pois combina características de fundos de tijolos (que investem diretamente em imóveis físicos) e fundos de papel (que investem em títulos financeiros ligados ao setor imobiliário).

A ideia é buscar rentabilidade alinhando-se aos títulos do tesouro indexados à inflação, adicionando uma sobretaxa anual. Em outras palavras, o fundo procura oferecer um retorno um pouco acima da inflação, o que pode ser bastante atrativo em períodos de alta nos preços.

Características e estratégias do fundo

O CPTI11 não se limita a um pequeno número de projetos ou setores. Com uma carteira pulverizada de 49 ativos, o fundo oferece uma diversificação robusta.

Essa estratégia não só reduz os riscos associados ao investimento, como também permite que o fundo se beneficie de oportunidades em diversos segmentos da infraestrutura.

Isso inclui rodovias, geração e transmissão de energia, saneamento básico, telecomunicações, óleo e gás, açúcar e álcool, portos, iluminação pública e apoio marítimo.

CPTI11: rendimento

E quanto ao rendimento do CPTI11? É aqui que as coisas ficam interessantes. Nos últimos 12 meses, a valorização foi de 7,91% e com o valor da cota girando em torno de R$100,90 atualmente.

Para colocar em perspectiva, se você tivesse investido R$1.000,00 no CPTI11 há dois anos, hoje teria aproximadamente R$1.318,20, considerando o reinvestimento dos dividendos. Isso é um retorno significativamente maior do que o mesmo investimento teria rendido no IBOV ou no IFIX.

  • Claro, é importante lembrar que o histórico de rendimento não garante os mesmos valores para o futuro, porque as condições e cotações sofrem alterações do mercado diariamente.

Além disso, o fundo tem entregado rendimentos mensais consistentes aos seus cotistas, com um Dividend Yield de 1,72% baseado na última cotação. Isso demonstra uma certa estabilidade e previsibilidade dos retornos, que é algo bastante procurado por investidores.

Entendendo o Dividend Yield (DY)

Mas o que é Dividend Yield e por que ele é importante? O Dividend Yield é um indicador financeiro que mostra quanto um fundo paga em dividendos ou distribuições em relação ao seu preço de cota.

É expresso em percentual e serve como um termômetro para avaliar o retorno de um investimento com base nos rendimentos distribuídos.

No caso do CPTI11, um DY de 17,55% ao ano é especialmente relevante, pois indica uma taxa de retorno bastante atraente sobre o investimento realizado.

Isso reflete não apenas a capacidade do fundo de gerar renda de forma consistente através de seus investimentos em infraestrutura, mas também a eficiência de sua gestão e estratégia de investimento.

E será que tudo isso se encaixa no meu perfil de investidor? Vamos continuar explorando para descobrir.

CPTI11 paga dividendo?

Uma das perguntas mais frequentes quando se pensa em investir em um fundo é sobre a distribuição de dividendos. Afinal, quem não gosta de receber uma renda extra no final do mês? Então, vamos direto ao ponto: sim, o CPTI11 paga dividendos – e o faz mensalmente.

Como é o pagamento dos dividendos do CPTI11?

  • Frequência: Mensal.
  • Último Rendimento: R$1,75 por cota.
  • Dividend Yield: 1,72%, com base na cotação de R$101,87.

E não para por aí. Veja a seguir a performance dos dividendos nos últimos meses:

  • Rendimento nos últimos 3 meses: R$ 4,40 por cota
  • Rendimento nos últimos 6 meses: R$ 7,40 por cota
  • Rendimento nos últimos 12 meses: R$ 14,10 por cota

Esses números mostram uma tendência de distribuições consistentes, o que pode ser um atrativo para quem busca uma fonte de renda passiva.

É importante notar que, embora o CPTI11 faça pagamentos mensais de dividendos, essa distribuição está sujeita à decisão do gestor e pode variar de acordo com o desempenho e as condições do fundo.

Portanto, enquanto o histórico indica uma tendência de distribuições regulares, investidores devem estar cientes de que esses pagamentos podem sofrer alterações com base nas estratégias de investimento e resultados do fundo.

Últimos pagamentos de dividendos

Para dar uma ideia mais clara da regularidade e dos valores dos pagamentos, vejamos os últimos 5 pagamentos de dividendos do CPTI11:

 

Tipo Data Corte Pagamento Cotação Valor (R$) Yield (%)
Rendimento 2024-03-27 2024-04-12 R$ 101,87 R$ 1,75 1,72%
Rendimento 2024-02-29 2024-03-14 R$ 102,54 R$ 1,50 1,46%
Rendimento 2024-01-31 2024-02-16 R$ 99,65 R$ 1,15 1,15%
Rendimento 2023-12-28 2024-01-15 R$ 99,75 R$ 1,00 1,00%
Rendimento 2023-11-30 2023-12-14 R$ 98,00 R$ 1,00 1,02%

 

Essa tabela oferece uma visão rápida da consistência dos pagamentos e do compromisso do CPTI11 com a geração de renda para seus cotistas.

A variação nos valores e nos yields reflete as dinâmicas do mercado e a performance do fundo, mas a tendência de pagamentos mensais demonstra um fluxo de caixa potencialmente estável para investidores.

CPTI11 é seguro?

A segurança é um aspecto crucial em qualquer investimento. Quando questionamos se o CPTI11 é seguro, estamos lidando com um fundo que investe em infraestrutura, um setor conhecido pela sua estabilidade e longevidade. Mas, como qualquer investimento, existem riscos envolvidos.

Vamos analisar rapidamente alguns deles.

Segurança e riscos

  • Diversificação: investindo em uma variedade de projetos de infraestrutura, o CPTI11 procura mitigar os riscos específicos de cada setor.
  • Gestão profissional: comandado pela Capitânia, uma gestora de recursos com amplo conhecimento de mercado, o fundo se beneficia de uma gestão especializada, o que pode reduzir os riscos.
  • Performance histórica: a performance passada, embora não seja garantia de resultados futuros, indica uma gestão competente. Por exemplo, se compararmos o investimento de R$1.000,00 no CPTI11 com outras opções do mercado, vemos uma rentabilidade superior ao longo de dois anos.

Contudo, é importante lembrar que o cenário econômico pode influenciar o desempenho dos projetos de infraestrutura e, consequentemente, o retorno do fundo.

Além disso, a liquidez pode ser uma questão, visto que se trata de um fundo de condomínio fechado. Isso significa que existe um número limitado de cotas, o que pode dificultar a venda rápida dessas cotas sem afetar o preço.

Em resumo, embora o CPTI11 apresente características que podem sugerir uma certa segurança e estabilidade, como qualquer investimento, não está livre de riscos. É fundamental avaliar seu perfil de investidor e seus objetivos financeiros antes de tomar uma decisão.

Agora que entendemos um pouco mais sobre os dividendos e a segurança do CPTI11, podemos avançar para explorar outros aspectos desse fundo. Fique conosco!

Como comprar CPTI11

Adquirir cotas do CPTI11 pode ser mais simples do que você imagina. Para isso, basta seguir alguns passos. Vamos a um passo a passo sobre como comprar CTPI11:

1 – Abra uma conta em uma corretora

O primeiro passo é ter uma conta em uma corretora de valores, como a XP Investimentos, por exemplo.

2 – Transfira recursos para sua conta

Após abrir sua conta, você precisará transferir o dinheiro que deseja investir para ela. Esse processo é semelhante a fazer qualquer transferência bancária.

3 – Acesse o Home Broker

O Home Broker é uma plataforma online que permite a negociação de valores mobiliários, como as cotas de fundos imobiliários. Você o encontrará dentro do site ou app da corretora.

4 – Busque por CPTI11

Utilize a ferramenta de busca do Home Broker para encontrar o fundo CPTI11.

5 – Faça seu pedido de compra

Depois de ler atenciosamente e analisar todos os detalhes que envolvem o investimento, escolha quantas cotas deseja comprar e a que preço. Você pode optar por uma ordem de mercado, que compra pelo preço atual, ou uma ordem limitada, na qual você especifica o preço máximo que está disposto a pagar.

6 – Confirme a operação

Após revisar os detalhes da sua ordem, confirme a compra. Agora é só aguardar a execução da ordem, e as cotas adquiridas serão creditadas em sua conta na corretora.

Lembre-se de que investir requer planejamento. É recomendável estudar bem o fundo e entender como ele se encaixa na sua estratégia de investimentos.

CPTI11 vale a pena?

Chegamos à pergunta que muitos investidores fazem: o CPTI11 vale a pena? A resposta, como em muitos aspectos do mundo dos investimentos, é: depende dos seus objetivos e perfil.

Por isso, preparamos uma lista com as vantagens e desvantagens do ativo, para contribuir com sua análise. Veja.

Vantagens do CPTI11

  • Sólida distribuição de rendimentos: como vimos, o CPTI11 tem um histórico de distribuir rendimentos mensais, o que pode ser atrativo para quem busca uma fonte de renda passiva.
  • Gestão profissional: a gestão por parte da Capitânia, uma empresa com larga experiência no mercado, pode ser um ponto positivo para investidores que preferem confiar seus recursos a gestores especializados.
  • Potencial de valorização: investimentos em infraestrutura podem se beneficiar de desenvolvimentos econômicos e políticas governamentais, apresentando um potencial de valorização de médio e longo prazo.
  • Benefícios tributários: por se tratar de um investimento que financia o desenvolvimento, tem alguns benefícios tributários interessantes, como isenções e alíquotas zero para rendimento de pessoa física.

Desvantagens do CPTI11

  • Riscos inerentes: como qualquer investimento, o CPTI11 apresenta riscos, incluindo variações de mercado e possíveis alterações nas políticas de investimento do fundo.
  • Liquidez: por ser um fundo de condomínio fechado, pode haver momentos em que a liquidez é menor, o que pode dificultar a venda rápida das cotas sem impactar o preço – por isso vale a pena disponibilizar um valor que você não precise resgatar com pressa.

Conclusão: investir no CPTI11

Diante desses pontos, é essencial avaliar se o CPTI11 se alinha aos seus objetivos financeiros, perfil de risco e horizonte de investimento.

Se você está em busca de uma renda passiva e tem interesse em infraestrutura como setor, este fundo pode ser uma opção interessante.

Por outro lado, se prefere investimentos com maior liquidez ou tem um perfil mais conservador, talvez seja necessário considerar outras alternativas.

Ainda, mesmo sendo conservador, você pode escolher o CPTI11 como um de seus investimentos para diversificar a carteira.

Mas, se você ainda tem dúvidas, lembre-se de que uma assessoria de investimentos como a Blue3 pode ser extremamente útil.

Isso porque assessores financeiros podem oferecer uma visão mais ampla do mercado, ajudando a identificar as melhores opções de acordo com seu perfil e objetivos.

Investir com conhecimento e apoio especializado pode fazer toda a diferença em sua jornada financeira.

E então, o CPTI11 faz sentido para você? Esperamos que este artigo tenha ajudado a esclarecer suas dúvidas e a tomar uma decisão mais informada.

Written By
Redação It's Money

A redação do portal It’s Money é formada por um time de profissionais com ampla experiência editorial, com acompanhamento e revisão de jornalistas especializados.