Educação Financeira Notícias

Confira 5 cursos para quem quer trabalhar no mercado financeiro

Confira 5 cursos para quem quer trabalhar no mercado financeiro
  • Publicado em 16 de junho de 2023

O mercado financeiro é o foco de muitos profissionais e, ao contrário do que muitos pensam, algumas oportunidades do setor não exigem curso superior em áreas de exatas. Contudo, grandes empresas do mercado dão preferência para candidatos que tenham formação acadêmica mais voltada para a área. Assim, preparamos um material com 5 cursos para quem quer trabalhar no mercado financeiro.

Mercado em expansão

De acordo com relatório anual divulgado pela consultoria de recrutamento Robert Half, o mercado financeiro é um dos que devem liderar as contratações de 2023. Há vagas para consultores, analistas, assessores e outros profissionais.

Confira aqui um guia completo sobre carreiras no mercado financeiro

Assim, para atender essa necessidade, vários profissionais de outras áreas têm migrado para o mercado de capitais ou investido em especializações que envolvem o mundo das finanças e economia.

Entretanto, existem vários caminhos que podem ser seguidos para quem quer trabalhar com investimentos.

Cursos para trabalhar no mercado financeiro

Nesse cenário de demanda por especialistas do setor, quem tem uma formação mais específica ou maior qualificação, acaba em destaque.

Para muitas das oportunidades de trabalho no mercado financeiro não é exigido curso superior em áreas de exatas, como Economia e Administração.

Contudo, algumas das maiores empresas do setor pedem que o candidato tenha esse tipo de formação para poder disputar algumas das vagas, como a de Assessor de Investimentos, por exemplo.

Por isso, pode ser uma boa ideia optar por estes cursos caso você queira ter uma carreira no mercado financeiro. Cursos de idiomas e MBA’s também podem fazer a diferença.

Preparamos uma lista com os 5 cursos para trabalhar no mercado financeiro.

1. Economia

Para quem quer mergulhar de cabeça no mercado financeiro, a graduação em Economia é uma das principais. Já que toda a sua grade curricular traz disciplinas que envolvem a compreensão da movimentação econômica. Além disso, traz conhecimentos de matemática aplicada, probabilidade, estatística e outros conteúdos relacionados.

Assim, quem tem essa graduação compreende a macroeconomia, os processos de distribuição de renda e produção de bens e serviços, bem como a microeconomia. Dessa forma, será capaz de analisar os fenômenos econômicos, associando com as questões políticas e sociais.

Em média, o curso tem duração de cinco anos.

2. Administração

Além de lidar com o lado financeiro de uma instituição, quem tem graduação em Administração trabalha com o gerenciamento de pessoas. Planeja as estratégias, bem como gere o andamento dos projetos da empresa.

Assim, com área de atuação ampla, os administradores são profissionais de destaque no mercado financeiro. Um assessor de investimentos, por exemplo, pode usar todo esse conhecimento a seu favor no dia a dia com os clientes e recomendações.

Além disso, de acordo com o Ministério da Educação, o curso de bacharelado em Administração é a graduação mais ofertada no país, com quase duas mil instituições ministrando o curso em todo o Brasil.

O curso de Administração tem duração de quatro anos.

3. Gestão Financeira

A graduação prepara os profissionais para gerir questões orçamentárias, bem como para estabelecer indicadores econômicos e financeiros relevantes a fim de uma tomada de decisão mais certeira. Com isso, é uma opção interessante para quem quer trabalhar no mercado financeiro.

Além disso, é uma graduação com um tempo médio de formação menor -algumas instituições têm cursos de dois anos- o que beneficia quem busca rápida aplicação e inserção no mercado, bem como quem já possuiu outra formação e quer se qualificar ainda mais.

4. Ciências Contábeis

Em resumo, o contador é o profissional que cuida das contas de uma empresa. E essa simples definição engloba os processos mais importante das organizações: controle de receitas, de despesas e dos lucros.

Além disso, o profissional com graduação em ciências contábeis planeja e coordenar processos de compra, venda, investimento e negociações. Assim, por meio das análises dos eventos econômicos, podem tomar suas decisões acerca do futuro das empresas.

Todos esses são requisitos essenciais para quem atua no mercado financeiro. Além de habilidades que fazem toda a diferença para assessores de investimentos, especialistas, analistas e consultores com graduação em Ciências Contábeis possuem um diferencial.

O curso de Ciências Contábeis tem duração de quatro anos.

5. Comércio Exterior

Uma área em expansão dentro do mercado financeiro é a internacional. Com o aumento no interesse dos brasileiros em enviar investir no exterior, profissionais que entendam o mercado internacional vêm ganhando destaque dentro de escritórios de investimentos e corretoras.

E essa formação é oferecida tanto como técnico, bacharelado ou tecnólogo. Por isso, quem já tem uma graduação inicial, pode se especializar para trabalhar nessas relações internacionais.

Certificações

Por fim, além da formação acadêmica, as certificações são essenciais para atuação no mercado.

Para quem quer trabalhar no mercado financeiro, principalmente como assessor, deve procurar pelas associações Ancord, Anbima, e Apimec para tirar as certificações necessárias para a área de atuação pretendida.

Uma certificação bastante útil é a CNPI, que permite ao profissional realizar análises fundamentalistas ou técnicas nas empresas de capital aberto.

Também podemos destacar algumas empresas e instituições que oferecem cursos práticos voltados para o mercado financeiro, como a própria B3 (Bolsa de Valores brasileira), a FGV, o Insper, entre outras.

E uma dica extra dada inclusive por quem já atua no setor é: esteja sempre se atualizando, estudando e se informando. Isso porque se trata de uma área bastante competitiva e onde as coisas mudam o tempo todo.

Written By
Raissa Scheffer

Raissa Scheffer (MTB: 0051926/SP) é jornalista com 16 anos de experiência em economia. Foi repórter e editora na Gazeta de Ribeirão e Jornal ACidade. Com passagens pela EPTV Ribeirão, Portal Terra, TV Record e Portal Revide.