Análises Morning Call

Dia de jogo… Em Brasília

Dia de jogo… Em Brasília
  • Publicado em 9 de dezembro de 2022

Its_Money

Macro

Na tarde de ontem, foi praticamente confirmada a nomeação de Fernando Haddad para a pasta da economia.

Isso não é necessariamente uma surpresa, visto que em outros pregões pós segundo turno receberam a alcunha de “Haddad day”.

Entretanto, o mercado parece ajustar os preços de forma mais contundente enquanto a realidade vai se fazendo presente.

Haddad se reuniu ontem com o ministro Paulo Guedes e já começou uma agenda de trabalho para transição.

A nomeação, segundo fontes, deve sair ainda hoje.

O Ibovespa encerrou o pregão de ontem com queda de 1,67% enquanto o IFIX caiu 0,46%.

No lado da PEC de transição, o impacto fiscal ficou na casa dos BRL 168 bi que pressionou os juros longos, que encerram a sessão subindo 10 pontos.

O posicionamento do COPOM levou vários bancos realizarem ajustes nas projeções para a Selic do próximo ano, com alguns grandes bancos já não enxergando espaço para cortes em 2023.

Com grande potencial de movimentar os juros, o IPCA do mês de novembro sai logo mais com o mercado esperando uma alta de 0,53% desacelerando a leitura no ano para 6,03% de 6,47% anteriormente.

O qualitativo do número será motivo de muita atenção do mercado também.

Nos EUA, hoje saem os dados de preços ao produtor, um dado importante para a decisão do FED semana que vem sobre os juros por lá.

O mercado precifica 75% uma alta de 50 bps, logo qualquer leitura muito fora do esperado pelo mercado pode gerar uma precificação dos ativos que resultaria em correções fortes.

Em outubro, a desaceleração do PPI animou o mercado, sendo um indício forte de que o FED poderia desacelerar o ritmo de aperto monetário.

Mercado Interno

mercado interno

Análise Técnica

O Ibovespa nesta quinta-feira finalizou o pregão com uma queda de 1,67% aos 107.249 pontos, dando continuidade ao movimento de baixa e perdendo a região dos 108.600 pontos.

O índice está saindo dessa região lateralizada de preço, porém no sentido negativo (em queda).

Todo esse movimento de baixa apresentado no mês de dezembro, já representou uma baixa de 4,65%.

Dessa forma, a perda dos 106.905 pontos indica que o Ibovespa pode dar continuidade a esse movimento.

Para a retomada de um viés mais positivo, o primeiro sinal seria a superação dos 110.000 pontos, voltando a ser negociado acima de média móvel de curto período.

Mercado Externo

mercado externo

Análise Técnica

O S&P500 fechou essa quinta-feira com uma leve queda de 0,75% aos 3.961 pontos, sendo o primeiro dia de alta após cinco de baixa, e se mantendo acima da média móvel de longo período.

Os 3.910 pontos é um nível importante para o índice.

Isso significa que a perda dessa região aumenta o viés negativo no curto prazo.

Porém, a superação dos 3.982 pontos, seria o primeiro sinal positivo para uma possível retomada de tendência de alta.

Commodities

O petróleo esboça leve alta no começo do pregão de hoje após uma queda no semanal de aproximadamente 10%.

Apesar do afrouxamento de restrições do Covid zero na China, os investidores temem uma desaceleração global mais forte e o impacto disso nas commodities.

Minério de ferro em linha oposta reage bem com expectativa de novas medidas para aquecer o mercado imobiliário na China.

O minério é negociado no seu patamar mais alto em quatro meses.

commodities

Análise Técnica

O petróleo nessa quinta-feira fechou no campo negativo com uma queda de 1,15% aos USD 76,70/barril, continuando um movimento forte de baixa pelo quinto dia consecutivo.

Esse movimento já representou uma queda acumulada de 12,38%.

Por isso, o ativo continua com um viés mais negativo para o curto prazo, se aproximando dos USD 75,85/barril.

Para anular completamente a tendência de baixa que se encontra no curto prazo, o ativo precisa voltar a ser negociado nos USD 89,26/barril.

Porém, o primeiro sinal positivo, mostrando uma possível mudança de tendência, seria a superação dos USD 83,48/barril.

Analistas responsáveis

Dalton Vieira – Analista CNPI-T

  • + 15 anos de experiência no mercado financeiro;
  • Analista de valores mobiliários (CNPI-TEM 910);
  • Credenciado pela Apimec desde 2010;
    Desenvolvedor do método DV de investimentos.

Leonardo Gibelli – Analista CNPI-T

  • Analista CNPI-T;
  • Analista CNPI-T EM-3376 credenciado pela Apimec;
  • Formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Erik Sala – Especialista Em FIIs E Renda Fixa

Graduando em Economia pela UFG e especialista em Fundos Imobiliários. Assistente de análise responsável pela carteira DV Renda Imobiliária.

Disclaimer

De acordo com a Resolução CVM nº 20, de 25 de fevereiro de 2021, Art. 21º, declaro que as análises realizadas neste relatório refletem única e exclusivamente a opinião dos autores, e foram elaboradas de forma independente e autônoma.

De acordo com o art. 21 da ICVM 598/18, caso o Analista esteja em situação que possa afetar a imparcialidade do relatório ou que configure ou possa configurar conflito de interesse, este fato deverá estar explicitado no campo “Conflitos de Interesse” deste relatório.

As informações, estimativas e projeções contidas neste relatório referem-se à data de publicação e estão sujeitas a mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal alteração.

Written By
Redação It's Money

A redação do portal It’s Money é formada por um time de profissionais com ampla experiência editorial, com acompanhamento e revisão de jornalistas especializados.