Análises Morning Call

Dia de “Super Quarta”

Dia de “Super Quarta”
  • Publicado em 22 de março de 2023

Mercados abrem levemente em alta na conhecida “super quarta”, quando temos a definição de juros nos EUA e Brasil. Essa quarta, diferente de outras, tem uma distinção por ser a primeira após catástrofes atingirem diferentes bancos, como o SVB nos Estados Unidos e o Credit Suisse na Europa.

Para o Fomc nos EUA, o mercado espera um aumento de 25 bps, que deverá colocar o banco central americano, o FED, em difícil situação. De um lado o presidente da autarquia, Jerome Powell, já ressaltou a importância de se vencer a batalha da inflação e chegou afirmar poucas semanas atrás que as taxas terminais poderiam ser maior do que o mercado estava precificando, do outro lado, os juros altos tem mostrado as fraquezas de alguns setores que passaram muito tempo habituadas a um ambiente de juros por vezes negativos.

A tarefa de se frear a maior economia do mundo tem se mostrado árdua, com o mercado de trabalho nos EUA mostrando ainda sinais de aceleração.A reunião de hoje do FOMC, enfim, deve trazer mais pistas para o mercado sobre o que esperar diante desse cenário.

Na Europa, como forma de ilustrar que o desafio da inflação é global, às vésperas da decisão de juros pelo BoE (BC inglês) a inflação veio acima do esperado. Por lá o mercado espera também um aumento de 25 bps, por enquanto.

As principais commodities, como petróleo e minério de ferro tem dia de queda hoje em clima de espera para as decisões dos bancos centrais. Nem mesmo a temporada de construções na China tem ajudado a sustentar maiores preços para o minério.

Aqui no Brasil, o esperado é que o Copom mantenha as taxas de juros em 13,75%, sem surpresas. O mercado espera pelo comunicado que pode trazer pistas sobre próximos passos. A expectativa do mercado era pela apresentação do arcabouço fiscal antes da reunião, de forma que o BC se sentisse mais seguro em começar cortes.

O mercado chegou a precificar na curva um corte de quase 25 bps para maio, mas diante do cenário lá fora e da ausência de gatilhos aqui dentro, tem reduzido essas possibilidades. A decisão do FED, que sai primeiro, pode ter alguma influência também.

Quanto ao arcabouço fiscal, saberemos provavelmente na volta da viagem à China do presidente Lula. O Haddad tem falado em 15 de abril como data limite.

abertura-do-mercado-22-março_its-money

Análise técnica Ibovespa

analise-tecnica-ibovespa-22-março_its-money

No dia de ontem o Ibovespa fechou em alta de +0.07%. Durante o pregão, o IBOV chegou a trabalhar forte no campo positivo, porém, devolveu toda a alta no final do dia. Ainda dentro de um movimento de baixa, precisamos aguardar o teste na faixa dos 100k para uma maior definição dos próximos movimentos.

Análise técnica S&P500

analise-tecnica-S&P500-22-março_its-money

Por sua vez, o S&P500 puxou forte para cima no dia de ontem, fechando com alta de +1.30%. Novamente se aproximando da região de resistência na faixa dos 4050, o ativo pode apresentar uma forte pressão vendedora nessa faixa de preço.

Análise técnica petróleo

analise-tecnica-petroleo-22-março_its-money

Novamente o petróleo ganha força para cima tentando apresentar uma leve correção do movimento de baixa anterior. A região de resistência da faixa dos 76-79 dólares se aproxima e pode apresentar novamente pressão vendedora para o ativo.

Análise técnica dólar

analise-tecnica-dólar-22-março_its-money

O dólar fechou em leve alta de +0.11% e segue dando sequência no movimento de lateralização. No dia de hoje, o dólar já supera a máxima anterior sinalizando um fundo ascendente pelo gráfico diário e pode ganhar ainda mais força caso supere os 5300.

Analistas responsáveis

Dalton Vieira – Analista CNPI-T

+ 15 anos de experiência no mercado financeiro;
Analista de valores mobiliários (CNPI-TEM 910);
Credenciado pela Apimec desde 2010;
Desenvolvedor do método DV de investimentos.

Leonardo Gibelli – Analista CNPI-T

Analista CNPI-T;
Analista CNPI-T EM-3376 credenciado pela Apimec;
Formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Erik Sala – Especialista Em FIIs E Renda Fixa

Graduando em Economia pela UFG e especialista em Fundos Imobiliários. Assistente de análise responsável pela carteira DV Renda Imobiliária.

Disclaimer

De acordo com a Resolução CVM nº 20, de 25 de fevereiro de 2021, Art. 21º, declaro que as análises realizadas neste relatório refletem única e exclusivamente a opinião dos autores, e foram elaboradas de forma independente e autônoma.

De acordo com o art. 21 da ICVM 598/18, caso o Analista esteja em situação que possa afetar a imparcialidade do relatório ou que configure ou possa configurar conflito de interesse, este fato deverá estar explicitado no campo “Conflitos de Interesse” deste relatório.

As informações, estimativas e projeções contidas neste relatório referem-se à data de publicação e estão sujeitas a mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal alteração.

Written By
DVinvest

A DVinvest é a casa de análise fundada pelo renomado analista Dalton Vieira, que possui em sua equipe profissionais altamente especializados em análise fundamentalista e técnica de ações.