Planejamento Patrimonial: o que é e como fazer Wealth Planning

educacao-fincanceira

Planejamento Patrimonial: o que é e como fazer Wealth Planning

2 ago 2023

Redação It's MoneyRedação It's Money
planejamento-patrimonial-wealth-planning_its-money
Mesmo para quem está começando a acumular patrimônio e reunir algum capital, é interessante conhecer exatamente o que é e como fazer Wealth Planning. Isso porque as informações irão ajudar a planejar o futuro e a se preparar para uma gestão eficiente das riquezas. Quanto antes você começar o seu Wealth Planning, melhor. Assim, mais otimizada sua estratégia será, e provavelmente maior será o patrimônio que você e sua família terão no futuro. Neste conteúdo você saberá como funciona este tipo de planejamento patrimonial, quais os objetivos e vantagens de fazê-lo, e muito mais. Boa leitura!

O que é Wealth Planning?

Wealth Planning é uma solução de planejamento patrimonial focada na preservação e perpetuação das finanças do investidor e da sua família. Traduzido para o português, o termo significa planejamento de fortunas e riquezas. Ele combina serviços personalizados de consultoria, planejamento e gestão de investimentos, bens e riquezas de pessoas físicas e jurídicas.Assim, o Wealth Planning envolve técnicas de planejamento sucessório, eficiência tributária, governança familiar e outras estratégias que abordaremos a seguir. A ideia é concentrar toda a administração das finanças e dos bens do investidor e de seus herdeiros num serviço único, proporcionando a otimização da gestão como um todo e trazendo mais comodidade para os envolvidos.Isso significa que parte do processo envolve a análise da carga tributária que recai sobre a fortuna, e a adoção das melhores estratégias para que as alíquotas sejam as menores possíveis.Além disso, também são estudadas e realizadas ações para evitar ou minimizar disputas sucessórias e outros riscos.Outro ponto que faz parte do Wealth Planning é a multiplicação do capital ao longo dos anos e a adoção de mecanismos para conservá-lo protegido. Atualmente, o Wealth Planning é realizado em fortunas acima de R$1 milhão. Contudo, você pode começar a preparar a sua antes de ter atingido este valor. Para isto, basta focar no Asset Management e acumular um patrimônio cada vez maior. Explicaremos este conceito mais adiante.Antes disso, vamos abordar alguns pontos importantes sobre o Wealth Planning.

Estratégias de Wealth Planning: quais são

Existem várias estratégias financeiras, legais e tributárias que podem ser feitas para alcançar os objetivos do Wealth Planning. Entre elas, estão:
  • Planejar e estruturar testamentos;
  • Fazer bons planos de previdência privada para uma melhor sucessão;
  • Criar holdings para concentrar os imóveis da família;
  • Realizar doações em vida para minimizar a carga tributária de heranças;
  • Estudar e fazer os melhores investimentos em renda fixa e variável, para multiplicar o patrimônio;
  • Contratar e administrar seguros.

Planejamento patrimonial: atuação na prática

Para entender como funciona o planejamento patrimonial na prática, veja a seguir algumas das suas principais atuações.

Planejamento sucessório

O planejamento sucessório é bastante procurado pelos investidores de grandes rendas. Isso porque, quando não há um planejamento adequado, a sucessão da riqueza pode ser bastante complexa e demorada. Além disso, no Brasil existe uma alta taxa de imposto sobre heranças. Portanto, o planejamento preserva parte do patrimônio porque utiliza estratégias de elisão fiscal - que é a utilização inteligente das ferramentas disponíveis na própria lei tributária para reduzir a carga dos contribuintes. Nesta etapa, a empresa responsável pelo Wealth Planning pode sugerir diversas medidas adaptadas à realidade do investidorSão exemplos: investimentos em previdência privada, elaboração de testamentos, contratação de seguro de vida, realização de doações em vida com usufruto dos bens, entre outras ações. 

Planejamento de imigração

Outro tipo de serviço que um Wealth Planning pode oferecer é o planejamento de imigração. Ele é importante quando algum membro da família se muda de país, por exemplo.Neste caso, há algumas ações estratégicas que podem ser adotadas. A ideia é diminuir a carga tributária da transferência de ativos entre países.Uma das possibilidades é a criação de uma conta 4373, que oferece uma série de benefícios tributários para investidores não residentes. 

Planejamento de patrimônio

O planejamento de patrimônio é um aspecto bastante importante do Wealth Planning. Nele, todos os ativos e passivos do investidor ou dos seus familiares são analisados.Aqui, a busca é pelo equilíbrio a longo prazo. A gestora responsável pelo Wealth Planning  faz um estudo detalhado da situação e sugere várias ações. Podem ser: criação de holdings, de fundos exclusivos, a alteração no regime da empresa familiar, a realocação dos investimentos de acordo com as oportunidades e assim por diante. 

Wealth Planning: objetivos

O principal objetivo do Wealth Planning é construir um patrimônio sólido e estruturado para ser transferido para os herdeiros familiares de forma mais fluída e eficiente possível. Porém, vale ressaltar que quem define o objetivo central é o requerente do Wealth Planning, que pode estar a procura da:
  • proteção dos bens, 
  • sucessão, 
  • multiplicação patrimonial
Além disso, o Wealth Planning tem como objetivo a administração e controle de todos os ativos e passivos da família. São exemplos: bens, dívidas, investimentos, holdings, empresas, disputas legais, e seguros. 

Quais as vantagens de um Wealth Planning?

Diante das incertezas do futuro, a melhor coisa a se fazer é se planejar e preparar para o dia de amanhã. Principalmente no que diz respeito ao seu capital e de sua família. Nesse sentido, um Wealth Planning apresenta diversas vantagens. Entenda:
  • Garante um futuro mais tranquilo e mais qualidade de vida para os herdeiros.
  • Diminui as incertezas.
  • Permite o planejamento de uma aposentadoria segura para você, para que mantenha o mesmo padrão de vida no futuro.
  • Assegura que aquilo que você construiu e conquistou ao longo da vida será preservado e perpetuado.
  • Permite construir um legado e perpetuar os negócios da família.
  • Otimiza seus investimentos a longo prazo.
  • Evita conflitos e diminui as chances de disputas por herança.
Como você deve ter notado, o Wealth Planning não é voltado apenas para empresários. As práticas podem ser adotadas por qualquer família que queira ou precise de assessoria especializada para gerir seu patrimônio.

Diferença entre Wealth Management e Asset Management

Wealth Management e Asset Management, apesar de serem parecidos, representam serviços financeiros diferentes. Wealht Management compreende a gestão de riquezas, enquanto Asset Management tem a ver com a gestão de ativosIsso significa que o primeiro é mais amplo, uma vez que envolve a administração de todos os bens e patrimônio do cliente e da sua família — como propriedades, seguros, investimentos, dívidas, etc.Já o  está focado em administrar os investimentos dentro da carteira do cliente, com o objetivo de buscar as melhores rentabilidades, alinhado com o nível de risco que o investidor está disposto a assumir. Os dois casos podem ser feitos tanto pelo próprio investidor, quanto por uma empresa contratada. Porém, é mais comum que seja por uma empresa, por conta da complexidade dos serviços, e do tempo e conhecimentos aprofundados que eles demandam. Existem empresas (corretoras, consultorias e assessorias) que oferecem os dois tipos de serviços, porém, é importante atentar-se às taxas cobradas. Geralmente, cobra-se uma taxa de corretagem para os serviços de gestão de riquezas e ativos, que é proporcional ao valor investido. Os serviços de uma assessoria, nesse sentido, podem ser bastante convenientes para o investidor. Isso porque ele pode optar por dar mais independência para os profissionais, ou por receber aconselhamentos periódicos personalizados.A assessoria também é responsável por prestar contas regularmente para o cliente, levando em consideração suas metas a curto, médio e longo prazo, a sua carteira, e o seu perfil de investidor (que influencia no nível de risco que se pode assumir).  Há corretoras que também prestam o serviço de gestão patrimonial de maneira personalizada para cada cliente, como é o caso da XP Investimentos, através do programa XP PrivateE para fazer os investimentos renderem mais, assessorias como a Blue3 são as mais aconselhadas por especialistas.

Como fazer um planejamento patrimonial?

Há várias formas de se fazer um planejamento patrimonial. Geralmente, ele é administrado por um family office, que é um escritório financeiro especializado neste tipo de serviço, ou por uma equipe dedicada dentro de uma empresa voltada à gestão patrimonial.O ideal é que os profissionais envolvidos tenham conhecimentos nas áreas jurídica, contábil, financeira e de investimentos. Isso porque fazer um planejamento patrimonial eficiente envolve aspectos de todos estes setores.Acompanhe as etapas que podem envolver um Wealth Planning.

1 - Construção do patrimônio

A construção do patrimônio é um passo importante, que pode estar bastante encaminhado no início do Wealth Planning. Caso não esteja, o investidor não precisa se preocupar, porque os profissionais especializados conseguem indicar os melhores ativos.Nesse aspecto, o interessante é que investidores qualificados e profissionais do mercado financeiro têm acesso a investimentos exclusivos, e muitas vezes, com maior potencial de retorno.Dessa forma, aplicações em ativos qualificados podem trazer a multiplicação dos ganhos e a construção de um patrimônio sólido.

2 - Proteção da riqueza

Além de acumular riqueza, é importante protegê-la para que ela não seja afetada negativamente diante de cenários adversosNeste momento, os gestores fazem uma avaliação dos principais riscos internos e externos para o patrimônio da família ou da empresa. Levantados os possíveis riscos, adotam-se planos de ações para mitigá-los. 

3 - Crescimento e multiplicação do patrimônio

Ao longo dos anos, é interessante que o patrimônio familiar vá aumentando. Aliás, uma riqueza bem administrada sempre ganha novos dígitos ao invés de estagnar ou perdê-los.Visto isso, os gestores avaliam constantemente oportunidades de investimentos e realocações de partes do capital. Ocorre um estudo aprofundado do mercado financeiro, na busca de aumentar a rentabilidade.Aqui, incluem-se também escolhas financeiras, tributárias e legais mais inteligentes. Isso tudo sempre alinhado com as metas do investidor e seu perfil.

4 - Perpetuação do que foi construído

Outra parte importante do serviço de Wealth Planning é planejar e atuar na perpetuação daquilo que foi construído ao longo dos anos. O objetivo é minimizar ao máximo as perdas com taxas, impostos, custos advocatícios e outros fatores comuns. Os gestores buscam antecipar cenários e ajudar os investidores a alcançarem seus objetivos a longo prazo. 

Escolha bem a empresa gestora

É certo dizer que, dado o tamanho da responsabilidade e da complexidade do serviço, é fundamental escolher bem a empresa que fará a gestão da sua riqueza.Até porque, o ideal é que ela acompanhe todo o processo da sua evolução patrimonial. Portanto, trata-se de uma parceria de longos anos e que necessita de muita confiança.Então, avalie com cuidado as empresas que prestam este serviço, para escolher com sabedoria aquela que cuidará das suas finanças e do seu futuro.

Como investir com foco em Wealth Planning

Os investimentos com foco em Wealth Management devem estar atrelados aos objetivos financeiros, ao perfil do investidor e às suas prioridades. Por exemplo, um investidor mais conservador pode preferir apenas preservar seu patrimônio ao longo dos anos, sem expô-lo ao mercado. Neste caso, pode ser interessante investir em renda fixa ou em fundos de proteção cambial.Por outro lado, se o perfil de investidor for mais próximo do arrojado e o objetivo é proteger e aumentar o patrimônio, pode ser uma boa ideia alocar parte do capital em ativos de renda variável - como fundos alavancados, criptomoedas ou mercado futuro.Na realidade, é importante lembrar de criar um portfólio de investimentos diversificados, sendo que partes podem estar em renda fixa e partes em renda variável. O ponto-chave é ter as metas e estratégias bem definidas, e fazer reavaliações e realocações constantes para aproveitar sempre as melhores oportunidades do mercado. E aqui entra a ajuda dos especialistas.

Investindo com a ajuda de especialistas

Você já ponderou contratar alguém ou alguma empresa para ajudar a fazer a gestão do seu patrimônio? Isso pode ser muito útil para analisar os riscos, cuidar do planejamento tributário que incide sobre grandes riquezas, e para fazer o planejamento sucessório com eficiência. Além disso, profissionais capacitados de uma assessoria como a Blue3 Investimentos ajudam na escolha e administração dos melhores investimentos para você e para sua família, já pensando no futuro. Afinal, além de todos os pontos importantes que colocamos até agora, todo mundo quer ter uma aposentadoria tranquila, não é mesmo? Principalmente investidores com grandes patrimônios.
Redação It's Money

Redação It's Money

A redação do portal It’s Money é formada por um time de profissionais com ampla experiência editorial, com acompanhamento e revisão de jornalistas especializados.

Saber mais

Gostou do conteúdo?

Queremos sempre melhorar a experiência a sua experiência. Se puder, dê uma forcinha para o time de redação e conte o que você achou da edição de hoje.

O que achou deste conteúdo?

  • Ruim
  • Ótimo
As melhores análises do mercado

Receba em primeira mão as melhores análises do mercado financeiro diretamente em sua caixa de entrada. Nossa newsletter oferece insights exclusivos, tendências e perspectivas sobre o mercado.

Deixe-me ler primeiro uma amostra