Análises Morning Call

Feriado agitado

Feriado agitado
  • Publicado em 1 de novembro de 2022

Morning_Call_Its_Money_1_NOVEMBRO

Macro

O mercado ainda acompanha os desdobramentos das eleições, principalmente as situações de bloqueio nas estradas por parte de alguns apoiadores do Presidente Jair Bolsonaro.

São cerca de 300 pontos em rodovias por todo país e a PRF tende a começar agir para o desbloqueio, houve também uma ordem do STF para o desbloqueio das estradas.

No lado macro, serão reportados os números de PMI industriais no Brasil, EUA, México e Canadá, que servem como importante termômetro para a economia.

No Brasil é esperado um recuo de 0,7% em relação ao mês anterior. Nos EUA, é esperado que o ISM do setor de manufatura caia para perto de 50 em outubro.

Na Ásia, a produção industrial caiu em outubro com demanda mais fraca, porém dentro da margem prevista.

Um dos principais eventos dessa semana, entretanto, ficará reservado para a quarta-feira, quando o FED decide o próximo aumento de juros.

O mercado precifica com 88% de chance um aumento de 75 bps.

Mercado Interno

Por aqui o foco para além das eleições se volta para o mercado corporativo com balanços referentes ao 3T22.

Das primeiras divulgações do mercado os resultados têm se mostrado positivos. Destacamos:

  • CSN Mineração: lucro líquido 3T superou as estimativas.
  • Lojas Quero-Quero: prejuízo no 3T22 BRL 7,6 mi veio melhor do que o esperado, que era prejuízo de BRL 8,67 mi.
  • CSN, PetroRio e Raia Drogasil: ficaram com receita em linha das expectativas do mercado.

Ata do Banco Central divulgada não trouxe nenhuma novidade, driver importante ao mercado, portanto, é esperado reação nula por parte do mercado.

O Tesouro fará leilão de NTN-B para 2025, 2032 e 2045.

Morning_Call_Its_Money_1_NOVEMBRO_Mercado_Interno

Análise Técnica

O Ibovespa nesta segunda-feira após segundo turno oscilou bastante durante o dia.

O índice chegou a apresentar uma queda de 2,12%, porém se recuperou e conseguiu fechar no campo positivo, com 1,31% de alta aos 116.035 pontos.

Isso é um sinal positivo para o Ibov já que conseguiu superar e se manter acima da média móvel nos 115.075 pontos.

Dessa forma, para continuar com uma expectativa mais positiva, o ativo deve voltar a ser negociado acima dos 116.760 pontos.

Onde isso indica que pode buscar patamares mais acima, como os 119.930 pontos (máxima do mês de outubro).

O primeiro sinal negativo seria a perda dos 112.070 pontos, onde continuaria o forte movimento de queda da semana passada e perderia a região de média móvel, trazendo um viés mais negativo.

Mercado Externo

No mercado externo além dos dados de atividades já mencionados, o mercado acompanha a reta final de divulgação dos balanços de 3T22 nos EUA. A BP, tradicional petroleira, divulgou segundo maior lucro de sua história bem como a Aramco, também do mesmo setor.

BP anunciou um programa de recompra de ações no valor de 2,5 bi de dólares, recordando a tese de que empresas consideradas da “velha economia” estão bem vivas ainda.

No mais, o mercado vai calibrando as apostas para a reunião do FED amanhã mercado externo

Análise Técnica

O S&P500, analisando o gráfico diário, terminou essa segunda-feira no campo negativo com uma leve queda de 0,75% aos 3781 pontos.

Apesar dessa queda, o índice não perdeu níveis importantes como a média móvel de período mais curto. Isso significa que o viés para o S&P no curto prazo segue mais positivo, onde a superação dos 3.900 pontos indica que o movimento de alta pode continuar.

Onde o próximo nível importante mais acima seria os 4.041 pontos.

Já no médio prazo, o índice ainda se encontra em tendência de baixa e estaria passando por um processo de correção.

Essa correção estaria sendo no preço, já que buscou patamares mais acima. A tendência de baixa só seria revertida de fato com a superação dos 4.076 pontos.

Commodities

O minério de ferro segue em alta em Singapura passando da marca dos USD 80/tonelada.

O petróleo reagindo a reuniões da Opep volta a avançar depois baixas no mercado.

As duas commodities devem reagir a divulgação de dados de atividade industrial em países importantes pelo globo, bem como os dados mais fracos, porém dentro do esperado na Ásia.

Morning_Call_Its_Money_1_NOVEMBRO_Commodities

Análise Técnica

O petróleo fechou essa segunda-feira com uma leve queda de 1,87% aos USD 92,41/barril, sendo o segundo dia consecutivo de baixa.

O ativo chegou a testar a região de média móvel nos USD 92,56/barril, e isso indica que pode continuar essa queda caso perca os USD 91,31/barril.

O que reverteria esse cenário, trazendo uma expectativa mais positiva, seria a superação dos USD 94,55/barril (máxima de ontem).

Em que, do ponto de vista da relação risco x retorno, se tornaria interessante olhar para posições na ponta compradora.

Já que indicaria o possível início de um movimento de alta, voltando a ser negociado nos USD 97,71/barril, região que também anularia a tendência de baixa no médio prazo.

Analistas responsáveis

Dalton Vieira – Analista CNPI-T

  • + 15 anos de experiência no mercado financeiro;
  • Analista de valores mobiliários (CNPI-TEM 910);
  • Credenciado pela Apimec desde 2010;
    Desenvolvedor do método DV de investimentos.

Henrique Tavares – Analista CNPI

  • Analista CNPI (CNPI EM-3176);
  • Credenciado pela Apimec;
  • Formado em Engenharia Aeronáutica pela Universidade Federal Uberlândia (UFU).

Leonardo Gibelli – Analista CNPI-T

  • Analista CNPI-T;
  • Analista CNPI-T EM-3376 credenciado pela Apimec;
  • Formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Disclaimer

De acordo com a Resolução CVM nº 20, de 25 de fevereiro de 2021, Art. 21º, declaro que as análises realizadas neste relatório refletem única e exclusivamente a opinião dos autores, e foram elaboradas de forma independente e autônoma.

De acordo com o art. 21 da ICVM 598/18, caso o Analista esteja em situação que possa afetar a imparcialidade do relatório ou que configure ou possa configurar conflito de interesse, este fato deverá estar explicitado no campo “Conflitos de Interesse” deste relatório.

As informações, estimativas e projeções contidas neste relatório referem-se à data de publicação e estão sujeitas a mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal alteração.

As plataformas usadas para realização deste relatório são Bloomberg e Profit (Nelogica), além de portais de notícias nacionais e internacionais devidamente identificados quando utilizados.

 

Written By
DVinvest

A DVinvest é a casa de análise fundada pelo renomado analista Dalton Vieira, que possui em sua equipe profissionais altamente especializados em análise fundamentalista e técnica de ações.