Análises Minuto Oby Notícias

Ibovespa cede 0,68%, mesmo após dados de deflação

Ibovespa cede 0,68%, mesmo após dados de deflação
  • Publicado em 27 de setembro de 2022

O Ibovespa fechou em queda (-0,68% aos 108.400 pontos), mesmo após a deflação acima do esperado na divulgação do IPCA-15 pela manhã.

Lá fora, NYSE e Dow Jones fecharam no negativo, enquanto que Nasdaq conseguiu fechar no campo positivo. Na Europa, o dia foi de queda nas bolsas.

Por aqui, destaque para exportadores, que se beneficiam de um dólar mais alto. Os bancos fecharam majoritarimanete no negativo, corrigindo de um movimento mais forte de alta na última semana, o que ajuda a explicar o dia ruim para o índice.

Dólar

O dólar fechou em estabilidade (-0,09% a R$ 5,38), após ter operado em queda mais forte pela manhã.

Ao longo da tarde, o exterior piorou, o que acabou fortalecendo a moeda americana contra o real e demais moedas.

O DXY, que mede a performance contra uma cesta de moedas de países desenvolvidos, novamente operou em alta.

Às vésperas do 1º turno da eleição, o real deverá ter dificuldades de engatar uma sequência de altas.

O fato de os dois principais candidatos na corrida não terem se comprometido com uma âncora fiscal é um dos motivos mais fortes para isso.

Curva de juros

Os juros futuros fecharam com queda de taxas ao longo da curva, puxados pela forte deflação apresentada no IPCA-15, cuja abertura qualitativa também foi vista como positiva e deve apoiar as apostas para cortes de juros no 1º semestre de 2023.

A queda de hoje é ainda mais significativa ao observarmos o juros de 10 anos nos EUA se aproximando do patamar de 4%, não visto de 2010.

A ata do Copom divulgada pela manhã acabou sendo ofuscada pelo IPCA-15, mas reforçou a visão ainda dura da autoridade monetária em relação a inflação.

Written By
Oby Capital

Gestora de investimentos responsável pelos fundos Oby Ágil, Oby Bandeira, Oby Ações, entre outros. Empresa que soma a experiência profissional com a qualificação internacional.