Economia Notícias

IGP-M recua 0,56% em novembro, diz FGV

IGP-M recua 0,56% em novembro, diz FGV
  • Publicado em 29 de novembro de 2022

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) recuou 0,56% em novembro, após queda de 0,97% no mês anterior, informou hoje (29) a Fundação Getulio Vargas (FGV). 

Com este resultado o índice acumula avanço de 4,98% no ano e de 5,90% em 12 meses. Em novembro do ano passado, o índice estava em 0,02% e acumulava alta de 17,89% em 12 meses.    

Segundo André Braz, Coordenador dos Índices de Preços, o IGP-M registrou queda menos intensa nesta apuração. “As contribuições para a aceleração da taxa do índice partiram de seus três índices componentes. No índice ao produtor, a soja foi o principal destaque ao registrar alta de 1,25%, ante queda de 0,66%, no mês anterior. No IPC, a principal contribuição para a aceleração do índice partiu da gasolina, cuja taxa passou de -3,74% para 1,58%. Por fim, no âmbito da construção, a pressão para a aceleração do índice partiu da mão-de-obra, cuja taxa avançou de 0,31% para 0,53%”, afirma André Braz, Coordenador dos Índices de Preços”, analisou.  

A FGV ainda divulgou que o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) caiu 0,94% em novembro, após queda de 1,44% no mês passado.  

Na análise por estágios de processamento, a taxa do grupo Bens Finais variou 0,13% em novembro. No mês anterior, a taxa do grupo havia sido de 0,03%.  

Já o índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu 0,64% em novembro, após alta de 0,50% em outubro. Cinco das oito classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação.  

A principal contribuição partiu do grupo Transportes (-0,96% para 0,79%). Nesta classe de despesa, vale citar o comportamento do item gasolina, cuja taxa passou de -3,74% em outubro para 1,58% em novembro. 

Por fim, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) variou 0,14% em novembro, ante 0,04% em outubro.  

Os três grupos componentes do INCC registraram as seguintes variações na passagem de outubro para novembro: Materiais e Equipamentos (-0,32% para -0,35%), Serviços (0,34% para 0,35%) e Mão de Obra (0,31% para 0,53%). 

Fonte: Divulgação FGV 

Written By
Redação It's Money

A redação do portal It’s Money é formada por um time de profissionais com ampla experiência editorial, com acompanhamento e revisão de jornalistas especializados.