Análises Morning Call Notícias

Pós-jogo

Pós-jogo
  • Publicado em 25 de novembro de 2022

China volta a pautar os noticiários com o aumento do número de casos da Covid, o que fez com que o governo decretasse novos fechamentos e restrições a circulação de pessoas, fato que tem assustado os investidores e colaborou para a maior parte das cotações dos países asiáticos fecharem no negativo. Casos de Covid já ultrapassam o patamar de 30.000/dia.

A bolsa de Shanghai, na China, conseguiu se descolar das demais com novas medidas para o setor imobiliário, importantíssimo ao país. Além das medidas do para o setor, o governo anunciou corte da taxa compulsória, medida injeta USD 70 bi na economia chinesa.

Por lá pesa também o protesto de trabalhadores da chamada Iphone City, uma das principais fábricas ligadas a Apple na China, que vem ganhando contornos mais violentos.

Dados de inflação mais elevados, medido pelo índice de preços de Tóquio, alcançaram o patamar de 3,6% em novembro, que coloca pressão no Banco do Japão (BoJ) cuja meta de inflação é de 2%.

Por aqui, o cenário ainda é de cautela com os desdobramentos políticos. A sessão esvaziada de ontem no congresso postergou para a próxima semana a decisão de quanto ficará fora do teto de gastos.

O nome mais cotado para assumir a Economia, ainda é de Fernando Haddad, mas ontem, especulações que o Pérsio Arida estaria à frente do Planejamento serviu para aliviar parte do mercado, com a bolsa subindo mais de 2,7% na parte da tarde.

Por fim, o IPC-Fipe abaixo do previsto pelo mercado pode servir como alívio aos juros em meio a altas fortes e bastante volatilidade.

abertura-do-mercado-25-de-novembro_its-money

Análise técnica Ibovespa

analise-tecnica-ibovespa-25-de-novembro_its-money

O Ibovespa nesta quinta-feira finalizou o pregão com uma alta significativa de 2,75% aos 111.831 pontos. Com isso, o índice testou um nível importante nos 112.000 pontos, região também de médias móveis.

Para a retomada de um viés mais positivo, o primeiro sinal seria a superação dos 112.500 pontos, ficando acima de região de preço importante e das médias móveis.
Vale salientar que apesar da alta de ontem, o ativo segue em tendência de baixa no curto prazo.

Análise técnica S&P500

analise-tecnica-ibovespa-S&P-500-25-de-novembro_its-money

O S&P500 fechou essa quinta-feira com uma leve alta de 0,10% aos 4.037 pontos. Dando continuidade ao movimento de alta apresentado no pregão de terça-feira, sendo o terceiro dia consecutivo.

Dessa forma, a superação dos 4.037 pontos indica que o índice pode dar continuidade a tendência de alta que se encontra no curto prazo, onde o próximo nível importante seria os 4.118 pontos.

O que aumentaria o cenário negativo no curto prazo seria a perda da região de média móvel nos 3.912 pontos.

Commodities

Operadores do mercado de petróleo se voltam para as negociações do teto de preços para a commodity russa e os preços sobem, reduzindo a perda semanal.

O minério de ferro avança com maior alta diária em semanas, apesar do clima ser de apreensão frente ao crescimento de novos casos de Covid na China, novas medidas de estímulo ao mercado imobiliário, bem como medidas para injetar dinheiro na economia trazem boas perspectivas de demanda.

Análise técnica petróleo

analise-tecnica-petroleo-25-de-novembro_its-money

O petróleo fechou essa quinta-feira com uma leve alta de 0,45% aos USD 84,96/barril, após um forte dia de queda.

Dessa forma, o ativo segue em tendência de baixa no curto prazo, e a perda dos USD 83,90/barril indica que o petróleo pode dar continuidade nesse movimento de baixa, voltando a ser negociado nos USD 82,36/barril (próximo nível importante mais abaixo).

Vale lembrar que para anular completamente a tendência de baixa que se encontra no curto prazo, o ativo precisa voltar a ser negociado nos USD 96,12/barril.

Analistas responsáveis

Dalton Vieira – Analista CNPI-T

  • + 15 anos de experiência no mercado financeiro;
  • Analista de valores mobiliários (CNPI-TEM 910);
  • Credenciado pela Apimec desde 2010;
    Desenvolvedor do método DV de investimentos.

Leonardo Gibelli – Analista CNPI-T

  • Analista CNPI-T;
  • Analista CNPI-T EM-3376 credenciado pela Apimec;
  • Formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Erik Sala – Especialista Em FIIs E Renda Fixa

Graduando em Economia pela UFG e especialista em Fundos Imobiliários. Assistente de análise responsável pela carteira DV Renda Imobiliária.

Disclaimer

De acordo com a Resolução CVM nº 20, de 25 de fevereiro de 2021, Art. 21º, declaro que as análises realizadas neste relatório refletem única e exclusivamente a opinião dos autores, e foram elaboradas de forma independente e autônoma.

De acordo com o art. 21 da ICVM 598/18, caso o Analista esteja em situação que possa afetar a imparcialidade do relatório ou que configure ou possa configurar conflito de interesse, este fato deverá estar explicitado no campo “Conflitos de Interesse” deste relatório.

As informações, estimativas e projeções contidas neste relatório referem-se à data de publicação e estão sujeitas a mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal alteração.

Written By
DVinvest

A DVinvest é a casa de análise fundada pelo renomado analista Dalton Vieira, que possui em sua equipe profissionais altamente especializados em análise fundamentalista e técnica de ações.