Análises Morning Call

Pouca certeza e muita dúvida

Pouca certeza e muita dúvida
  • Publicado em 23 de agosto de 2022

Abertura do Mercado – 23/08/2022

Essa terça-feira começa ainda dominada pelos tons de incerteza que tem invadido os mercados.

Ainda na expectativa do Simpósio do Fed que começa na quinta-feira, investidores permanecem cautelosos.

abertura-do-mercado-23-08-2022

Brasil

Por aqui, essa terça-feira não traz grandes novidades no campo de divulgações.

Hoje pela manhã, foi divulgado o IPC-S, índice de preços ao consumidor, calculado semanalmente.

A medição referente à terceira quadrissemana de agosto mostrou redução nos preços de -0,95%, contra uma expectativa de queda de -1,01%.

Apesar da mediação mostrar deflação menor que a esperada, ainda assim, o indicador é uma sinalização positiva no combate à alta de preços.

Amanhã deve ser divulgado o IPCA-15, que deve corroborar com essa visão, e fortalecer as expectativas de fim das altas de juros por aqui.

Também no Brasil, o mercado continua repercutindo o Boletim Focus divulgado pelo Banco Central ontem, que mostrou a primeira redução nas expectativas de inflação para 2023 em 19 semanas.

A revisão para baixo manteve os juros estáveis por aqui, na contramão dos EUA, que viram leve abertura da curva.

Também nessa terça-feira, o Tesouro deve fazer nova oferta de LFT para os vencimentos de 2028 e de NTN-Bs com vencimento em 2025, 2032 e 2045.

Ainda por aqui, à medida que nos aproximamos de outubro o noticiário político começa a ganhar força, com presidenciáveis participando de entrevistas, debates e reuniões com empresários, o que pode adicionar volatilidade aos mercados e ser um novo balizador de risco dos investidores.

EUA

Nos EUA, a tônica segue sendo o receio com a manutenção da agressividade nos apertos monetários do Fed. Os dados de inflação abaixo da expectativa por lá, trouxeram forte onda de otimismo para os mercados, que precificaram aumentos mais brandos na próxima reunião.

O que se viu desde então foram discursos mais cautelosos por parte de dirigentes da autoridade monetária. Com isso cresceram os temores de que o alívio não venha já na próxima reunião, e o “pêndulo” do risco volta a balançar na direção da aversão.

Ainda assim, não há muita clareza nos discursos, e poucos fatos para sustentar uma opinião bem formada, por isso, os movimentos por ora, parecem muito especulativos. A expectativa é que o Simpósio em Jackson Hole possa trazer discursos mais alinhados e fatos que possam sustentar posições mais sólidas no mercado.

Lembramos que uma sinalização mais branda de Jerome Powell na sexta-feira, pode impulsionar novamente os mercados de ações em um novo rali.

Com a falta de certezas e o excesso de dúvidas os treasuries norte-americanos continuam se valorizando. O yield de 10 anos voltou a negociar acima do patamar de 3% a.a..

Por fim, o dia de hoje por lá, é marcado pelas divulgações dos índices de gerentes compras, o PMI. Às 10h45, devem ser divulgados os índices de manufatura e de serviços, a expectativa aponta para medições de 51,8 e 49,8, respectivamente.

Vale lembrar que valores acima de 50 representam expansão, enquanto valores abaixo representam contração econômica. Também no dia de hoje, os dados de vendas de casas novas em julho devem ser divulgados e a expectativa é de queda de 2,5% contra queda de 8,1% no
mês anterior.

O indicador é um importante termômetro do desempenho do setor imobiliário do país, que foi o ponto focal da última grande crise global em 2008. Por isso, vale ficar atento a essas divulgações que podem adicionar volatilidade aos mercados globais.

Europa

Na Europa o dia também foi marcado por divulgações envolvendo os índices de gerentes de compras. O PMI composto da zona do euro mostrou nova queda,
dessa vez, para 49,2. Apesar de vir acima da expectativa de 49, a divulgação segue mostrando retração da atividade econômica pelo segundo mês consecutivo.

Na França e na Alemanha também tivemos divulgações dos dados de gerentes de compras. O PMI composto, industrial e de serviços na Alemanha, vieram
abaixo dos 50 pontos, o que indica contração em todas as frentes. Já na França, apenas o indicador de serviços mostrou crescimento.

Ainda no continente europeu, uma nova onda de pessimismo deve voltar a tomar conta, isso porque voltam a crescer os riscos de desabastecimento
energético, com o anúncio da Rússia de nova parada não programada para manutenção no gasoduto Nord Stream 1, que leva ao desabastecimento de gás
durante três dias no fim desse mês.

Mercado Interno

O Ibov encerrou o pregão de ontem em nova queda, dessa vez de 0,89%. O índice segue refletindo as incertezas externas que são absorvidas pelo mercado
interno.

Por aqui, o dia que começa com commodities operando em um movimento forte de alta pode ser o impulso para a recuperação do índice, que é bastante
commoditizado.

Além disso, o cenário político deve começar a ter impacto cada vez mais relevante no comportamento dos mercados e no gerenciamento de
risco dos investidores.

 

morning-call-23-de-agostomorning-call-23-de-agosto

Análise Técnica

O IBOV, pelo gráfico diário, iniciou um movimento de correção ao perder os 111.145 pontos no curto prazo. Porém testou 110.185 pontos que é um nível de média móvel e não conseguiu se manter abaixo. Para que se aumente a expectativa da correção continuar, o índice teria que perder esse nível.

Falando em termos de Fibonacci, a primeira linha de retração se encontra na faixa dos 107.075 pontos. Vale salientar que é um possível ponto onde a correção pode parar, não necessariamente irá buscá-lo.

Portanto, o IBOV segue em tendência de alta no curto prazo, mas iniciando um período de correção. É interessante aguardar a correção para buscar novas oportunidades de compra.

Mercado Externo

Nos EUA, o S&P 500 encerrou o dia de ontem com forte queda de 2,14%. Os índices norte-americanos continuam mostrando sinais de que investidores voltaram a precificar um novo aumento de 75 bps pelo Fed, o que pressiona os mercados de ações com a fuga de capital.

Para trazer clareza ao cenário, os olhos do mundo seguem atentos ao Simpósio de Jackson Hole, que começa nessa quinta, com destaque para o discurso de Jerome Powell, presidente do Fed, nessa sexta-feira. Uma sinalização dovish, do chairman deve trazer nova onda de otimismo e pode impulsionar os mercados de ações em um novo rali.

analise-tecnica-23-de-agosto

Análise Técnica

O S&P500, pelo gráfico diário, também está passando por um processo de correção após um longo movimento de alta. Ao perder os 4.200 pontos, indica que a correção pode ser um pouco mais acentuada no preço, onde a próxima média se encontra mais abaixo na faixa dos 4.175 pontos.

Em termos de Fibonacci, o primeiro nível de retração se encontra na faixa dos 4.095 pontos, região onde a correção pode parar. Dessa forma, o índice
continua em tendência de alta no curto prazo, mas para buscar novas Mercadooportunidades de compra é interessante esperar o fim da correção.

Commodities

O minério de ferro completou as negociações dessa madrugada em alta. Ainda na esteira da redução das taxas de empréstimos na China. O movimento tem por objetivo impulsionar a atividade econômica chinesa, com destaque para o setor imobiliário que tem mostrado forte desaceleração.

Com isso, a expectativa é que a demanda pela commodity volte a ser incentivada. Mesmo com os auxílios, o cenário segue apertado para o minério, com siderúrgicas ainda fechadas pelo racionamento de energia no país.

O petróleo volta a subir nessa manhã de terça-feira. A commodity que tem oscilado bastante com os receios de recessão tem operado em meio a um mar de incertezas. Nesse cenário, o ministro do Petróleo da Arábia Saudita, reforçou que o excesso de volatilidade e a falta de liquidez não tem refletido a realidade da commodity.

Com isso, ele levantou a possibilidade de que a Opep+ pode reduzir a produção para estabilizar os preços, o que tem impulsionada o petróleo nessa manhã.

Brent-23-agosto-2022

Análise Técnica

O petróleo conseguiu mostrar um primeiro sinal positivo ao superar os USD 97,21/barril, mas para que anule a tendência de baixa que se
encontra no curto prazo o ativo deve buscar os USD 99,54/barril.

Dessa forma é importante ter cautela para a abertura de posições. Pois graficamente falando, o movimento de baixa indica que foi exaustivo (pouca
agressão dos vendedores) e ainda não superou níveis importantes mais acima, para olhar para a ponta compradora.

 

Analistas responsáveis

Dalton Vieira
Analista CNPI-T
+ 15 anos de experiência no
mercado financeiro e analista
de valores mobiliários (CNPI-T
EM-910) credenciado pela
Apimec desde 2010.
Desenvolvedor do método DV
de investimentos.

Henrique Tavares
Analista CNPI
Analista CNPI (CNPI EM-3176)
credenciado pela Apimec
Formado em Engenharia
Aeronáutica pela Universidade
Federal Uberlândia (UFU).

 

*Disclaimer

De acordo com a Resolução CVM nº 20, de 25 de fevereiro de 2021, Art. 21º, declaro que as análises
realizadas neste relatório refletem única e exclusivamente a opinião dos autores, e foram elaboradas de
forma independente e autônoma.

De acordo com o art. 21 da ICVM 598/18, caso o Analista esteja em situação que possa afetar a
imparcialidade do relatório ou que configure ou possa configurar conflito de interesse, este fato deverá
estar explicitado no campo “Conflitos de Interesse” deste relatório.

As informações, estimativas e projeções contidas neste relatório referem-se à data de publicação e estão
sujeitas a mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido
de atualização ou revisão com respeito a tal alteração.

As plataformas usadas para realização deste relatório são Bloomberg e Profit (Nelogica), além de portais
de notícias nacionais e internacionais devidamente identificados quando utilizados.

Written By
DVinvest

A DVinvest é a casa de análise fundada pelo renomado analista Dalton Vieira, que possui em sua equipe profissionais altamente especializados em análise fundamentalista e técnica de ações.