Análises Coluna Especialistas

Risco sistemático e não sistemático: como eles podem afetar seus investimentos

Risco sistemático e não sistemático: como eles podem afetar seus investimentos
  • Publicado em 10 de novembro de 2022

Dentre os riscos que devem ser considerados nos investimentos em mercado de renda variável, o risco não sistemático e o sistemático não devem ser negligenciados, pois afetam diretamente o preço das ações.

Mas afinal, o que significa cada um deles? 

Risco não sistemático 

Também conhecido como risco diversificável, o risco não sistemático remete a exposição em empresas ou setores específicos.

Ou seja, caso você concentre seus investimentos apenas em ações da Petrobrás, por exemplo, está sujeito aos riscos que podem afetar essa empresa exclusivamente.

Como a correlação inversa entre o preço do dólar e a cotação do petróleo, isto é, a variação do dólar pode afetar positivamente ou negativamente o ativo. 

A seguir, alguns dos principais tópicos que influenciam uma empresa: 

  • Governança Corporativa: sistema que controla a companhia, que busca as melhores práticas para gerir uma empresa trazendo transparência e eficiência. Consequentemente, uma boa governança corporativa é algo positivo para o mercado. 
  • Concorrentes: o negócio pode ser afetado pela concorrência, ou seja, outras empresas do setor oferendo um produto ou serviço com vantagem competitiva. 
  • Estratégia e Tecnológica: uma mudança de estratégia, ou de tecnologia, pode afetar positivamente ou negativamente a empresa.  
  • Financeiro: ter uma boa gestão das finanças também é um diferencial para o desempenho de uma empresa. 

Esses temas afetam uma companhia e consequentemente seu preço no mercado de ações, conforme sua condução.

Felizmente, há uma maneira de diminuirmos esse risco, por meio da diversificação.

Investir em setores e empresas diferentes faz com que o risco não sistemático caia drasticamente.

Caso aconteça algo com a empresa no curto prazo, seu patrimônio está alocado em várias frentes, diluindo o impacto. 

Risco sistemático

Remete a um risco generalizado que afeta as empresas de uma maneira geral.

Pode ocorrer em um país, como por exemplo a bolsa russa que caiu 50% após o país invadir a Ucrânia, ou de maneira global, como a pandemia que afetou todas as bolsas do mundo.  

A seguir, alguns dos principais tópicos que influenciariam os mercados: 

  • Crise Política/Sanitária/Econômica – qualquer uma dessas crises, sendo de maneira global ou local (apenas em um país), tem impacto na bolsa de valores de maneira respectiva. 
  • Queda do PIB – se permanecer por um período considerável, afeta negativamente o mercado financeiro.  

Infelizmente, esse é um risco natural de mercado, em que todas as empresas estão sujeitas e por isso não pode ser reduzido. 

risco sistematico e não sistemático

Sumarizando, este gráfico nos mostra a relação entre os riscos. Perceba que com o aumento do número de ações em carteira o risco não sistêmico diminui. Vale ressaltar: esse risco não chega a zero, porém diminui consideravelmente.  

Já o risco sistêmico é algo que envolve praticamente todos os ativos do mercado financeiro, portanto, não pode ser mitigado, sendo assim, um risco de mercado.  

Written By
Leonardo Gibelli

Cursando MBA USP/Esalq em Finanças e Engenheiro Mecânico pela UFU. Equity Research Analyst na DVinvest. Certificado pela Bloomberg Market Concepts em análise financeira.