Análises Morning Call

Sexta-feira 13

Sexta-feira 13
  • Publicado em 13 de janeiro de 2023

Macro

Mercados abrem essa sexta-feira 13 em alta na maior parte do mundo, ainda na esteira de notícias positivas vindo da inflação americana, que ontem entregou uma leitura de -0,10%, em linha com as expectativas de mercado.

A fala de alguns integrantes do FED logo após a divulgação dos dados, sinalizando que o FED poderia subir o juros ao passo de 25 bps, ajudou na reação positiva dos mercados.

Agora, as atenções do mercado se voltam para a próxima reunião do FED, dentro de 20 dias, com expectativa de aumento de 25 bps e também de quando será efetivamente o final desse ciclo de aumento de juros.

Começa também nos EUA a temporada de balanços corporativos do 4T22, grandes bancos devem divulgar seus releases ao longo das próximas semanas, trazendo um bom termômetro do mercado.

No mercado local, o bom humor dos mercados ontem foi ofuscado aqui no Brasil pelo que ficou conhecido como “Americanas Day” com a Companhia divulgando inconsistências no seu balanço da ordem de BRL 20 bi, apenas 9 dias após o agora ex-CEO Rial ter assumido o comando da empresa.

As inconsistências teriam sido identificadas no chamado “risco sacado”, que em resumo, teria ocultado parte da dívida com bancos da empresa, dando uma impressão de uma estrutura de capital mais leve do que era de fato.

As ações das Americanas caíram incríveis 77% em um único dia, com quebra de confiança por parte dos investidores.

O mercado dá quase como certo a necessidade de uma emissão de ações para injetar dinheiro na companhia.

Investigações internas e entidades do mercado, dirão se o caso foi uma fraude deliberada ou algum outro descuido.

Mercado Interno

Its_Money_mercado interno

Análise Técnica

O Ibovespa nesta quinta-feira fechou em queda de 0,59% aos 111.850, após seis dias consecutivos de alta.

Apesar da queda, o ativo não chegou a perder nenhum nível importante e segue sendo negociado acima das médias móveis.

Vale salientar, que essa é uma região importante para o índice.

Em que após esse longo movimento de alta, o índice pode fazer uma correção no curto prazo.

Essa correção pode ser no preço em forma de uma movimentação mais lateral ou até mesmo em forma de repique de baixa, buscando a média móvel nos 109.500 pontos.

Portanto, o índice segue com um viés mais positivo no curto prazo, onde a superação dos 113.120 pontos indica que o ativo pode dar continuidade a esse movimento de alta, buscando os 116.000 pontos.

Mercado Externo

Its_Money_mercado externo

Análise Técnica

O S&P500 nessa quinta-feira fechou no campo positivo, com leve alta de 0,25% aos 3.983 pontos.

O índice teve o terceiro dia consecutivo de alta dando continuidade ao movimento.

Após esse longo movimento de alta, aumenta-se a probabilidade de o índice passar por uma correção nos próximos dias.

O que traria essa expectativa seria uma movimentação mais lateral entre os 4.000 e 3.930 pontos.

O S&P segue com uma expectativa mais positiva no curto prazo, já que está dando sequência ao movimento de alta.

A superação dos 4.000 pontos indica que o índice pode dar continuidade nesse movimento de alta.

Commodities

Its_Money_commodities

Minério de ferro e petróleo avançam para uma semana de ganhos com melhoras na perspectiva de demanda na China e alívios com o CPI americano.

O minério de ferro firma acima dos USD 124 em Singapura.

Análise Técnica

O petróleo nesta quinta-feira terminou o pregão com alta de 1,05% aos USD 83,86/barril.

Dando continuidade ao movimento de alta iniciado em 5 de janeiro, com alta acumulada de 7,46%.

O ativo se aproxima de um nível importante mais acima nos USD 85,93/barril.

Por isso, deve-se atentar para posições na ponta compradora, já que se aumenta a probabilidade do ativo mostrar uma certa resistência para superar essa região.

Posto isso, a expectativa para o petróleo no curto prazo segue mais positiva, em que a superação dos USD 84,63/barril indica que o ativo pode dar continuidade nesse movimento de alta.

Dólar

dolar_Its_Money

Análise Técnica

O dólar terminou essa quinta-feira dando continuidade ao movimento de baixa, fechando em queda de 1,00% em 5,10 dólar/real.

O ativo perdeu uma região importante de preço, anulando a tendência de alta que se encontrava no curto prazo.

Após esse longo movimento de baixa, o ativo pode passar por uma correção no curto prazo.

Ou seja, apresentar um repique de alta ou uma movimentação lateral.

A perda dos 5,06 dólar/real aumenta a expectativa do ativo continuar o movimento de baixa.

Analistas responsáveis

Dalton Vieira – Analista CNPI-T

  • + 15 anos de experiência no mercado financeiro;
  • Analista de valores mobiliários (CNPI-TEM 910);
  • Credenciado pela Apimec desde 2010;
    Desenvolvedor do método DV de investimentos.

Leonardo Gibelli – Analista CNPI-T

  • Analista CNPI-T;
  • Analista CNPI-T EM-3376 credenciado pela Apimec;
  • Formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Erik Sala – Especialista Em FIIs E Renda Fixa

Graduando em Economia pela UFG e especialista em Fundos Imobiliários. Assistente de análise responsável pela carteira DV Renda Imobiliária.

Disclaimer

De acordo com a Resolução CVM nº 20, de 25 de fevereiro de 2021, Art. 21º, declaro que as análises realizadas neste relatório refletem única e exclusivamente a opinião dos autores, e foram elaboradas de forma independente e autônoma.

De acordo com o art. 21 da ICVM 598/18, caso o Analista esteja em situação que possa afetar a imparcialidade do relatório ou que configure ou possa configurar conflito de interesse, este fato deverá estar explicitado no campo “Conflitos de Interesse” deste relatório.

As informações, estimativas e projeções contidas neste relatório referem-se à data de publicação e estão sujeitas a mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal alteração.

Written By
DVinvest

A DVinvest é a casa de análise fundada pelo renomado analista Dalton Vieira, que possui em sua equipe profissionais altamente especializados em análise fundamentalista e técnica de ações.