Análises Morning Call

Superávit?

Superávit?
  • Publicado em 30 de março de 2023

Bolsas nos Estados Unidos e Europa seguem a alta de ontem e continuam no verde na abertura do pregão dessa quinta-feira. Dentre outros fatores, o mercado começa a precificar um pico nas taxas de juros no mercado americano. Movimento que foi catalisado pela quebra de bancos algumas semanas atrás.

O mercado aguarda dois dados importantes hoje, o PIB americano e o pedido de seguro-desemprego. Esses dados em conjunto com o deflator PCE, o indicador de inflação considerado como preferido pelo FED, darão a tônica da próxima decisão do FOMC sobre juros. A expectativa do mercado é que seja confirmada as desacelerações que o mercado tanto quer observar.

As commodities seguem o bom humor de investidores e estendem a alta observada nos últimos dias. O minério de ferro sobe impulsionado pela maior atividade da construção na China. O petróleo reage a estoques pontualmente mais fracos nos EUA.

Aqui no Brasil o tema predominante é o arcabouço fiscal. O plano apresentado por Haddad prevê um superávit a partir de 2024 crescendo até o final do mandato do presidente, sendo 0,5% em 2025 e 1% em 2026, segundo dados que foram divulgados extraoficialmente. Um mecanismo para limitar expansão de gastos também está incluso no pacote.

Ainda é cedo para entender a reação do mercado, que divide as atenções com mudanças no cálculo de ICMS que pode ter impactos na inflação, por conta dos combustíveis.

Hoje será divulgado o chamado RTI, ou relatório trimestral de inflação, que deve dar o sentimento do BCB em relação ao tema com grande profundidade de dados, o mercado deve ficar atento a coletiva para calibrar projeções.

abertura-do-mercado-30-março_its-money

Análise técnica Ibovespa

analise-tecnica-ibovespa-30-março_its-money

Mais um dia de alta para o Ibovespa, que fechou com +0.60% de valorização. Ainda dentro de um movimento de correção e se aproximando de zonas importantes de resistência, o IBOV pode começar a apresentar dificuldade de passar por essa faixa dos 102k. Portanto, precisamos ficar atentos à um possível sinal de topo nessa região que pode retomar o viés negativo de curto prazo.

Análise técnica S&P500

analise-tecnica-S&P500-30-março_its-money

Lá fora também tivemos o S&P500 em alta de +1.42%. Novamente se aproximando da faixa dos 4050, o mercado americano pode apresentar dificuldade de evoluir nessa região de preço. Porém, caso ultrapasse esse patamar de resistência, podemos ver o S&P500 trabalhar em direção a faixa de preço dos 4160.

Análise técnica petróleo

analise-tecnica-petroleo-30-março_its-money

No dia de ontem, o petróleo fechou em queda de -1.11%. Perto de zonas importantes de resistência, o ativo pode perder a força compradora apresentada nos últimos dias e inclusive sinalizar um topo no gráfico diário, o que reforça o viés negativo de curto prazo. Somente acima da região dos $87, é que o petróleo volta a ter o viés positivo.

Análise técnica dólar

analise-tecnica-dólar-30-março_its-money

Em mais um dia de baixa, o dólar se aproxima zona importante de suporte. Com queda de -0.59%, o dólar chegou no patamar de suporte da região dos 5130. Dessa forma, espera-se que o preço encontre uma possível defesa nessa faixa de suporte o que pode retomar o viés positivo para o dólar no curto prazo. Caso essa região seja rompida, o dólar pode caminhar novamente para os 5.000.

Analistas responsáveis

Dalton Vieira – Analista CNPI-T

+ 15 anos de experiência no mercado financeiro;
Analista de valores mobiliários (CNPI-TEM 910);
Credenciado pela Apimec desde 2010;
Desenvolvedor do método DV de investimentos.

Leonardo Gibelli – Analista CNPI-T

Analista CNPI-T;
Analista CNPI-T EM-3376 credenciado pela Apimec;
Formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Erik Sala – Especialista Em FIIs E Renda Fixa

Graduando em Economia pela UFG e especialista em Fundos Imobiliários. Assistente de análise responsável pela carteira DV Renda Imobiliária.

Disclaimer

De acordo com a Resolução CVM nº 20, de 25 de fevereiro de 2021, Art. 21º, declaro que as análises realizadas neste relatório refletem única e exclusivamente a opinião dos autores, e foram elaboradas de forma independente e autônoma.

De acordo com o art. 21 da ICVM 598/18, caso o Analista esteja em situação que possa afetar a imparcialidade do relatório ou que configure ou possa configurar conflito de interesse, este fato deverá estar explicitado no campo “Conflitos de Interesse” deste relatório.

As informações, estimativas e projeções contidas neste relatório referem-se à data de publicação e estão sujeitas a mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal alteração.

Written By
DVinvest

A DVinvest é a casa de análise fundada pelo renomado analista Dalton Vieira, que possui em sua equipe profissionais altamente especializados em análise fundamentalista e técnica de ações.