Análises Morning Call

Talvez amanhã

Talvez amanhã
  • Publicado em 21 de março de 2023

As principais bolsas do mundo têm abertura em alta nessa terça-feira, após diversos temores sobre um possível agravamento da crise bancária, após o Credit Suisse ter sido praticamente resgatado pelo UBS.

Os investidores se concentram agora nos eventos de amanhã: Nos EUA o FOMC e aqui no Brasil o COPOM. Faltando apenas um dia para o FED anunciar a sua decisão, o mercado precifica com 87,8% um aumento de 25 bps, o restante aposta ainda em não haver nenhuma ação por parte do FED.

Os problemas no sistema bancário obrigaram o FED a mudar de direção, sendo que o banco indicava que poderia ser mais agressivo com os aumentos da taxa de juros para conter a inflação. É uma situação de fato bem complexa, pois os eventos recentes obrigaram o FED a colocar mais dinheiro no sistema financeiro, podendo criar maiores problemas no futuro.

As commodities tem pregão misto com minério de ferro caindo forte em um movimento de correção, enquanto o petróleo tem leve alta na bolsa.

No mercado local, os juros precificam a manutenção da Selic no patamar atual de 13,75% mas a curva vem mostrando algum espaço para cortes em maio e junho.

Os discursões sobre o arcabouço fiscal podem ficar somente para abril, após a viagem de Lula a China, segundo o site poder360. Se a equipe econômica conseguir passar uma mensagem mais clara sobre o fiscal, o BC deve conseguir enxergar a luz no final do túnel, que falta para realizar algum corte.

abertura-do-mercado-21-março_its-money

Análise técnica Ibovespa

analise-tecnica-ibovespa-21-março_its-money

Dando sequência no movimento de baixa, o Ibovespa novamente fecha no campo negativo com queda de -1.04%. Se aproximando dos 100k que é uma região importante de suporte, podemos ver o IBOV apresentando uma certa dificuldade para romper essa região, portanto uma lateralização ou até mesmo repique do movimento de baixa pode ser apresentado nos próximos dias.

Análise técnica S&P500

analise-tecnica-S&P500-21-março_its-money

Apesar de fechar o dia de ontem em alta de +0.89%, o S&P500 ainda segue dentro de uma tendencia de baixa. Com suporte na região dos 3750 e resistência na faixa dos 4050, o mercado americano precisa apresentar um pouco mais de força compradora para sinalizar o início de um novo movimento de alta e anular a tendencia de baixa atual.

Análise técnica petróleo

analise-tecnica-petroleo-21-março_its-money

Como comentado anteriormente, o petróleo estava com um movimento de baixa acentuado e poderíamos ver uma correção nos próximos dias. No dia de ontem, o ativo conseguiu fechar em alta de +1.67%, mesmo após ganhar força para baixo no início do pregão. Isso aumentou a chance dessa correção comentada anteriormente acontecer nos próximos movimentos.

Análise técnica dólar

analise-tecnica-dólar-21-março_its-money

O dólar no dia de ontem fechou em baixa de -0.78%. Ainda dentro de um movimento de alta, a expectativa para os próximos dias é que o dólar consiga gerar um novo fundo perto da região dos 5.200 e ganhar força novamente para cima, dando sequência na tendencia de alta no curto prazo.

Analistas responsáveis

Dalton Vieira – Analista CNPI-T

+ 15 anos de experiência no mercado financeiro;
Analista de valores mobiliários (CNPI-TEM 910);
Credenciado pela Apimec desde 2010;
Desenvolvedor do método DV de investimentos.

Leonardo Gibelli – Analista CNPI-T

Analista CNPI-T;
Analista CNPI-T EM-3376 credenciado pela Apimec;
Formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Erik Sala – Especialista Em FIIs E Renda Fixa

Graduando em Economia pela UFG e especialista em Fundos Imobiliários. Assistente de análise responsável pela carteira DV Renda Imobiliária.

Disclaimer

De acordo com a Resolução CVM nº 20, de 25 de fevereiro de 2021, Art. 21º, declaro que as análises realizadas neste relatório refletem única e exclusivamente a opinião dos autores, e foram elaboradas de forma independente e autônoma.

De acordo com o art. 21 da ICVM 598/18, caso o Analista esteja em situação que possa afetar a imparcialidade do relatório ou que configure ou possa configurar conflito de interesse, este fato deverá estar explicitado no campo “Conflitos de Interesse” deste relatório.

As informações, estimativas e projeções contidas neste relatório referem-se à data de publicação e estão sujeitas a mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal alteração.

 

Written By
DVinvest

A DVinvest é a casa de análise fundada pelo renomado analista Dalton Vieira, que possui em sua equipe profissionais altamente especializados em análise fundamentalista e técnica de ações.