Educação Financeira Onde Investir Primeiros Passos

Como investir para comprar um apartamento

Como investir para comprar um apartamento
  • Publicado em 11 de novembro de 2022

Neste conteúdo iremos te guiar sobre como investir para comprar um apartamento e alcançar o sonho da casa própria. 

Isso porque muita gente se pergunta quanto tem que guardar por mês para comprar um imóvel, mas muitas vezes é preciso investir o dinheiro para tornar essa ambição possível.

Além disso, comprar imóvel pode ser uma forma de aumentar o patrimônio e ganhar uma renda extra – e para esse objetivo, também há alternativas interessantes. 

Veja os melhores investimentos para quem quer comprar um apartamento, como investir, e como adquiri-lo com a renda que você já tem.

Quanto preciso ter de renda para comprar um apartamento?

O quanto você precisa ter de renda para comprar um apartamento varia de acordo com o valor do imóvel que você quer e com a forma como você administra seu dinheiro

Isso porque você pode ter uma renda mediana, por exemplo, mas ser organizado financeiramente e conseguir juntar boa parte do seu salário. Ou, pode ser que sua renda seja alta mas que esteja toda comprometida com gastos mensais.

O ideal é fazer alguns cálculos de como comprar um apartamento baseado na renda que você já tem. 

Dessa maneira você consegue definir o valor aproximado do imóvel que cabe no seu orçamento, assim como um plano para juntar todo o dinheiro necessário.

Como comprar um apartamento ganhando R$ 2 mil

Para comprar um apartamento ganhando 2 mil reais é preciso muita organização financeira e pesquisa. Afinal, o valor da parcela do imóvel não pode ser muito superior a 30% da renda do comprador.

Isso significa que a mensalidade deve girar em torno de $600 por mês

E para chegar nesse valor máximo, é preciso buscar por imóveis que custem até R$130 mil, dar aproximadamente R$30 mil de entrada e contar com financiamento de 360 meses.

Ao final do financiamento, você terá pago aproximadamente R$261 mil no apartamento. É uma grande quantidade de dinheiro apenas em juros, não é mesmo? E esse valor não pode ser ignorado.

Como investir para comprar apartamento ganhando 2 mil

Porém, se você pegar esses R$30 mil e investir em renda fixa, por exemplo, por 108 meses (9 anos), você poderá obter um valor líquido aproximado de R$115 mil.

Essa estimativa de valor que fizemos de investimento é quase o valor total do apartamento, em muito menos tempo. E o melhor de tudo: sem correr riscos, e sem ter que fazer nada, apenas esperar. 

Como comprar um apartamento ganhando R$ 5 mil

Para comprar um apartamento ganhando 5 mil reais é preciso ter em mente que, caso seja financiado, a parcela não pode ser superior a R$1.500

Nesse caso, você pode buscar por apartamentos de cerca de R$200 mil, também considerando que terá que ter 20% do valor para dar de entrada e 5% para despesas de aquisição. 

As taxas de financiamento de um apartamento podem variar de acordo com o perfil do comprador. Mas, de maneira geral, os bancos cobram uma taxa efetiva que vai de 8,7% a 9,5%. 

Nesta simulação, por exemplo, o comprador acaba por pagar 212% a mais do que o valor inicial do apartamento.

É possível comprar apartamento à vista ganhando 5 mil por mês?

É possível, basta se programar.  Ganhando 5 mil reais mensais, você precisa se organizar para juntar pelo menos uns R$1.500 por mês, que seria o valor da parcela. 

Se você economizar esse valor por apenas três anos, por exemplo, no final você terá R$54 mil. O que é bom, mas não é suficiente. É por isso que faz sentido usar esses R$1.500 mensais para render, ao invés de deixar o valor parado. 

Se na poupança o valor final acumulado fica em cerca de R$57 mil em três anos, a rentabilidade é ainda melhor em investimentos como Tesouro Direto, CDBs ou fundos. 

Ou seja, ao final de 10 anos você terá quase todo o valor à vista. Parcelando, em 10 anos pouco mais de um terço do valor teria sido pago.

Como comprar um imóvel ganhando 10 mil

Já para comprar um imóvel ganhando 10 mil reais por mês, é possível investir até R$3 mil mensais para o objetivo. Isso quer dizer que, caso seja um apartamento financiado, a parcela tem que girar em torno desse valor. 

Essa renda dá acesso a um apartamento de mais ou menos R$400 mil. 

Além disso, é preciso dar uma entrada de R$80 mil. Entretanto, investindo esses 80 mil em produtos como CDB e Letras de Crédito, do tipo prefixados, você pode ter rendimentos de cerca de 19,87% ao ano. 

Porém, se a ideia for juntar dinheiro suficiente para conseguir os 80 mil reais para a entrada, a dica é poupar no mínimo 20% da renda mensal por pelo menos 2 anos. 

Novamente, para este dinheiro render mais do que a poupança, aplique-o em algum título ou fundo, como fundo imobiliário, multimercado ou até mesmo fundo de ações.

Quanto tenho que guardar por mês para comprar um apartamento?

A quantidade de dinheiro que você tem que guardar por mês para comprar um apartamento, como você pôde perceber, depende do valor do imóvel e de quanto você ganha

A dica é fazer as contas e definir uma meta alcançável. Porque caso você tenha um rendimento mensal de 5 mil reais, por exemplo, fica muito mais difícil almejar um apartamento de 600 mil reais dentro de poucos anos. 

A conta que você tem que fazer é:

  • Calcular quanto é 30% dos seus rendimentos;
  • Estimar por quanto tempo mais ou menos você pode juntar dinheiro;
  • Qual é a média dos valores dos imóveis na sua região;
  • Calcular 20% do valor do imóvel para a entrada;
  • Considerar também 5% do preço do apartamento para pagar custas iniciais.

A partir daí você saberá qual é o valor necessário para comprar o apartamento dos sonhos, ou pelo menos, para pagar a entrada dele. 

E você também entenderá quanto de dinheiro consegue guardar por mês, e isso te dará uma estimativa mais realista da situação. 

Melhor investimento para quem quer comprar um imóvel: 5 exemplos

Agora, vamos falar dos melhores investimentos para quem quer comprar um imóvel, com alguns exemplos. Isso porque é muito melhor ganhar juros do que pagar juros, não é mesmo?

Então, ao invés de juntar dinheiro apenas para a entrada e para as despesas da compra, considere investir esse dinheiro para que ele se multiplique e você possa comprar um imóvel à vista lá na frente.

Além de gastar menos com juros, você ainda ganha um ótimo poder de compra, possibilitando negociações de desconto no valor do apartamento. 

1 – Tesouro Selic

Os títulos do Tesouro Direto Selic são um tipo de investimento seguro e que rende baseado na taxa básica de juros (Selic). É um investimento em renda fixa, por isso a rentabilidade é previsível, principalmente se você optar pelas taxas prefixadas (4,5% ao ano) ou híbridas (IPCA + 3% ao ano).

As taxas híbridas são parcialmente previsíveis, mas podem trazer lucros maiores. 

O interessante do Tesouro Selic é que ele é garantido pelo Governo Federal, então além de ter um risco muito baixo, existem muitas informações disponíveis no site do Governo.

2 – Fundos de Renda Fixa

Os fundos são uma ótima opção de investimento, que também tem risco baixo, e não precisam de um investimento inicial muito grande. 

Eles são administrados por gestores que possuem experiência no mercado. Existem vários tipos de fundos, de estratégias diferentes, com níveis de riscos diversos e voltados para diferentes investidores. 

Vale a pena buscar pelo fundo que mais tem a ver com você e seus objetivos financeiros. 

3 – Fundos multimercado

Vamos ressaltar aqui os fundos multimercados porque eles são bastante interessantes para quem está buscando um investimento com objetivo de comprar um apartamento

Isso porque possuem as características já citadas de um fundo somadas à possibilidades de uma boa rentabilidade. 

Os fundos multimercados aceitam aportes periódicos e dividem o capital do investidor em fundos diversificados, como de ações, imobiliários, de renda fixa, câmbio, etc – depende da estratégia da carteira do fundo.

4 – CDB (Certificado de Depósito Bancário)

CDB é um tipo de título de crédito emitido por bancos. Nele, depois do prazo acordado, você recebe o dinheiro que aplicou de volta, acrescido de juros. Eles costumam ser seguros e render mais do que a poupança.

Entretanto, é necessário estar atento aos detalhes do investimento, como a tributação e a carência. 

5 – Letras de crédito: LCI e LCA

LCI são Letras de Crédito Imobiliário, e LCA são Letras de Crédito do Agronegócio. Eles são emitidos por instituições bancárias e a taxa de juros que o investidor recebe no final pode ser prefixada ou pós-fixada. 

A grande vantagem destes títulos é que são isentos de imposto de renda. 

Como investir para comprar um apartamento 

É necessário seguir alguns passos para começar a investir e então conseguir comprar um apartamento. Entenda. 

1 – Entender o seu perfil do investidor e objetivos

Primeiro de tudo você precisa entender qual é o seu perfil de investidor: se conservador, moderado ou arrojado. Isso vai definir o tipo de investimento que tem mais a ver com você. 

Outra coisa que é importante alinhar é o seu objetivo com o investimento. Neste caso será comprar um apartamento. Mas defina também o valor aproximado do imóvel e mais ou menos em quanto tempo você pretende adquiri-lo. Existem investimentos a curto, médio e longo prazo.

2 – Analisar o tripé: liquidez X risco X rentabilidade

Os investimentos são pautados, basicamente, por este tripé. A liquidez é o tempo que o investimento leva para que você possa transformá-lo em dinheiro de fato. Portanto avalie o prazo que você considera aceitável para ter acesso aos rendimentos.

Leve em conta também o nível de risco que você está disposto a assumir. Isso vai ser fácil depois de ter entendido o seu perfil de investidor.

E por último, considere o quanto de rentabilidade estimada é o ideal para o seu objetivo, que é comprar um apartamento.

3 – Estudar o mercado e as opções de investimentos

Definido tudo isso, dedique um tempo para estudar o mercado e entender as opções de investimentos. Aqui você já consegue filtrar aqueles que não se encaixam dentro dos critérios anteriores.

Assim fica mais fácil ter uma ideia de quais tipos de investimentos são mais indicados para você alcançar o seu objetivo da casa própria. 

4 – Abrir conta em uma corretora

Para investir, é necessário abrir uma conta em uma corretora de investimentos. Nesse momento faz sentido pesquisar as melhores ou mais indicadas, e se certificar de que são aptas a realizarem este tipo de operação. 

Se você precisar de ajuda nesta etapa, ou em qualquer outra, fique tranquilo. Você pode sempre contar com uma assessoria de investimentos para te orientar. 

Como investir em imóveis

Agora, se você está se perguntando como investir em imóveis, no sentido de usá-los como forma de investimento, os Fundos Imobiliários podem ser a solução. 

Acontece que imóveis são um bom investimento a longo prazo, porque é um bem que praticamente só se valoriza com o tempo. Porém, comprar um apartamento para então vendê-lo mais caro depois demanda um capital grande, tempo e muita burocracia.

E se a ideia é alugar o imóvel depois de comprado, você pode ter que esperar muitos anos para começar a ter lucro, além da preocupação com os inquilinos. 

Um relatório feito pela empresa Imovelweb em agosto mostrou que, em média, são necessários 17,9 anos para que um imóvel alugado em São Paulo se pague para o seu proprietário.

Por isso é que os Fundos Imobiliários ganharam força no mercado. Entenda. 

Fundos imobiliários

Os Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs) são ótimos investimentos para quem quer investir em imóveis sem ter que comprar um. 

Com eles, você adquire uma cota (ou mais) do fundo, que aplica em diversos tipos de imóveis. 

Trata-se de uma carteira diversa, que já tem uma estratégia definida e um gestor. Dessa forma, você consegue aplicar seu dinheiro em frações de grandes imóveis sem precisar administrá-los diretamente.

Além de grande possibilidade de valorização, a maioria dos FIIs paga dividendos aos seus investidores. Esse valor obtido com o lucro do fundo pode ser reinvestido nele mesmo, gerando ainda mais rendimentos. Ou, pode funcionar como uma renda fixa extra para o investidor.

Para encontrar o melhor fundo imobiliário, ou o melhor investimento para comprar seu apartamento, conte com a assessoria de especialistas do mercado financeiro. Os profissionais da Blue3 Investimentos têm anos de experiência e são capacitados para avaliar a sua situação e oferecer infinitas possibilidades de gerenciamento do seu patrimônio.

Written By
Redação It's Money

A redação do portal It’s Money é formada por um time de profissionais com ampla experiência editorial, com acompanhamento e revisão de jornalistas especializados.