Bolsa de Valores Onde Investir

Indicador P/L: o que é, para que serve e como utilizar?

Indicador P/L: o que é, para que serve e como utilizar?
  • Publicado em 2 de abril de 2024

Para realizar investimentos na renda variável, é importante analisar os ativos para entender se os riscos e as oportunidades estão alinhados com seu perfil e objetivos.

Dessa maneira, quando se fala em compra de ações, é primordial conhecer os principais indicadores fundamentalistas. 

Nesse sentido, o indicador P/L é um dos elementos que vale a pena considerar. Afinal, ele ajuda a compreender se o momento do mercado e as condições são adequadas para investir em uma ação.

Por isso, se você deseja aportar na bolsa de valores, não pode deixar de conhecer esse indicador. 

Neste artigo, você aprenderá o que é indicador P/L, para que ele serve e como utilizá-lo em sua análise. Vamos lá? 

O que é e para que serve o P/L?

O indicador P/L significa preço sobre o lucro. Assim, ele relaciona o valor de mercado de uma ação com o lucro que uma companhia gera.

Dessa maneira, o P/L mensura o quanto o mercado financeiro está disposto a pagar pelos resultados dos ativos naquele momento. 

Com isso, o índice é utilizado para avaliar os preços dos ativos, ajudando a identificar as oportunidades de investimentos.

Quando uma empresa apresenta um P/L elevado, pode significar que o mercado tem grandes expectativas em suas ações e está disposto a pagar mais pelos lucros. 

Em contrapartida, um P/L baixo pode indicar que o mercado não está tão otimista com os papéis da empresa.

Porém, vale lembrar que esse indicador é apenas um dos múltiplos fatores que você deve considerar ao realizar uma análise fundamentalista de um ativo. Então, a depender do cenário, o resultado pode ter diferentes interpretações. 

Qual o objetivo do P/L na análise fundamentalista de ações?

Agora que você já sabe o que é e para que serve o P/L, é o momento de descobrir o objetivo desse indicador em uma análise fundamentalista de ações.

Primeiramente, é preciso observar que o lucro pode apontar a saúde financeira e a capacidade de investimento de uma empresa.  

Entretanto, ele não é o fator que determina o preço de uma ação, mas sim a oferta e procura por esse papel.

Dessa maneira, se o investidor analisa somente o lucro de uma companhia, ele pode não obter informações tão relevantes em relação ao potencial de valorização dos ativos.  

Afinal, é preciso saber como o mercado está olhando para esse lucro e precificando a ação. Assim, ao analisar o P/L, é possível entender como a oferta e procura por essas ações se relaciona com os lucros obtidos pela empresa. 

Na prática, o indicador P/L ajuda você a compreender o valor de uma ação. Nesse sentido, vale destacar que o valor de um ativo difere de seu preço.

Enquanto o primeiro se refere ao que a empresa pode oferecer aos seus acionistas, o segundo é a cotação do papel — que pode variar conforme as oscilações do mercado. 

Como calcular e utilizar o P/L em suas análises?

Após entender o objetivo do índice P/L, é válido aprender como calculá-lo e utilizá-lo em uma análise de ações. Nesse caso, o cálculo é simples — basta dividir o preço da ação pelo lucro da empresa por papel. Veja só: 

P/L = P ÷ LPA 

Nessa fórmula, P é o preço da ação, LPA é o lucro por ação e o P/L é o índice resultante do cálculo. Vale ressaltar que, para encontrar o LPA, é necessário dividir o lucro da empresa pelo número de ações que ela possui. 

Para melhor compreensão do cálculo do P/L, considere este exemplo: o preço da ação de uma empresa é 30 reais na cotação atual e o LPA é 2 reais. Dessa maneira, o cálculo deve ser elaborado assim: 

  • P/L = 30 / 2 
  • P/L = 15 

Ou seja, o P/L dessa companhia é 15. Mas o que isso significa? Para interpretar esse número é interessante buscar um benchmark, que é a referência do mercado.

Se a companhia for brasileira, pode ser proveitoso utilizar o P/L do Ibovespa (IBOV), por exemplo. 

Embora o IBOV não seja uma empresa, existem médias ponderadas dos resultados das empresas que compõem o índice.

Nesse caso, considerando hipoteticamente a média P/L de 16 do Índice Bovespa, a empresa do exemplo tem um P/L acima do benchmark.  

Assim, é possível interpretar que o mercado está otimista em relação às ações dessa empresa ou que o preço dos papéis está muito alto.

Já se o P/L dessa empresa estivesse abaixo do benchmark, poderia ser indicativo de falta de confiança do mercado na companhia, gerando necessidade de investigar os motivos. 

Contudo, um indicador baixo também pode significar que os papéis estão pouco valorizados, ampliando as perspectivas de valorização.

Essa condição tende a apontar uma oportunidade de investimento que pode ser interessante, já que as ações estarão descontadas no momento da compra. 

Toque/clique na imagem e salve o resumo para lembrar depois:

como-calcular-PL_its-money_its-money

Quais outros indicadores podem ser utilizados em conjunto com o P/L?

Como você viu, o P/L é um dos indicadores utilizados em uma análise fundamentalista. Contudo, sua interpretação pode ser difícil, já que os resultados abrem margem para diferentes interpretações pelo investidor.  

Assim, é importante conhecer outros índices que podem ajudar a analisar as ações. Uma avaliação mais ampla permitirá ter uma visão completa sobre a situação da companhia, ajudando a interpretar o P/L de maneira mais alinhada. 

A seguir, confira alguns dos principais indicadores que podem ser usados: 

  • P/VPA: o preço sobre valor patrimonial por ação indica a relação entre o preço dos papéis a estrutura financeira da empresa; 
  • Ebitda: o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização mensura a capacidade da empresa de gerar lucro operacional; 
  • EV: o valor de mercado ajuda a entender a precificação das ações; 
  • ROE: o retorno sobre o patrimônio líquido indica a capacidade de uma empresa em gerar resultados com base em seu patrimônio; 
  • DY: ele mensura o retorno do investimento em forma de dividendos. 

Neste post, você pôde entender o que é e para que serve o indicador P/L. Então não deixe de contar com informações relevantes para realizar a sua análise fundamentalista e fazer as melhores escolhas para a sua carteira de investimentos! 

Caso precise de ajuda para entender melhor sobre o assunto, conte com a ajuda de especialistas em investimentos. Basta clicar aqui!

Written By
Redação It's Money

A redação do portal It’s Money é formada por um time de profissionais com ampla experiência editorial, com acompanhamento e revisão de jornalistas especializados.