Onde Investir Previdência Privada

Previdência social e previdência privada: qual a diferença?

Previdência social e previdência privada: qual a diferença?
  • Publicado em 28 de fevereiro de 2023

Você já ouviu falar em previdência social e previdência privada? Com o passar do tempo, é normal que a preocupação com o futuro fique cada vez maior, sendo assim, é importante saber quais alternativas existem.

Nesse contexto, fique até o fim do artigo e descubra como funciona a previdência privada, quais são as diferenças, quem está incluído e os principais benefícios.

O que é previdência social e previdência privada?

Previdência social e previdência privada são dois tipos de investimentos que visam garantir a segurança financeira de seus investidores no futuro. Enquanto a previdência social é um direito garantido pela Constituição Federal, a previdência privada é uma opção de investimento disponível no mercado.

A previdência social é um sistema de proteção social que garante aos trabalhadores, aposentados e pensionistas, um benefício mensal que visa substituir a renda perdida após a aposentadoria. Esse sistema é gerido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) sendo financiado por meio de contribuições realizadas pelos trabalhadores e empregadores.

Por outro lado, a previdência privada é um investimento feito por uma pessoa em uma instituição financeira, como um banco ou uma seguradora, que visa garantir uma renda mensal após a aposentadoria.

Nesse caso, o investidor faz aportes mensais em um plano de previdência privada e, após um período de acumulação, recebe uma renda mensal. Ambas as modalidades têm seus benefícios e limitações.

O que diferencia a previdência social da previdência privada?

As duas formas servem para proteger o seu futuro financeiro. Nos tópicos a seguir, você conseguirá entender a diferença entre previdência social e privada. Confira abaixo:

Previdência social

  • Este é um sistema público de proteção social, estabelecido e garantido pela Constituição Federal;

Segundo a Carta Magna, todos os brasileiros têm direito à previdência social, independentemente da renda ou profissão.

  • A contribuição é feita mensalmente pelo trabalhador e pelo empregador;
  • Tem como objetivo garantir a aposentadoria do trabalhador, além de oferecer outros benefícios como auxílio-doença e salário-família;
  • Todos os trabalhadores com carteira assinada precisam contribuir.

Previdência privada

  • Opção privada de proteção, desse modo, não é obrigatória por lei.
  • Qualquer pessoa, independentemente da idade ou renda, pode fazer previdência privada;
  • Existem dois tipos de previdência privada: o Plano Gerador de Benefício Livre e o Vida Gerador de Benefício Livre;
  • No PGBL, o imposto é pago sobre o valor total do benefício no momento do resgate, mas é possível deduzir até 12% da sua renda na declaração do imposto de renda.
  • No VGBL, não há dedução no Imposto de Renda, mas o imposto é cobrado apenas sobre o rendimento na hora do resgate.

Pretende garantir uma renda conjunta com a do INSS ou até mesmo substituí-la, no caso de não contribuição à previdência social pelo tempo estabelecido? A previdência social é estabelecida pela Constituição Federal, mas enfrenta questões para garantir a sustentabilidade. Já a previdência privada é uma opção para complementar a aposentadoria e garantir uma renda mais confortável no futuro.

É de suma importância que os prós e contras estejam claros para os cidadãos, assim, com uma educação financeira bem estabelecida, as pessoas poderão optar pelas previdências sem que restem dúvidas.

Limitações e benefícios: entenda os principais prós e contras nas previdências

A previdência social é uma forma de garantir uma renda mínima na aposentadoria, enquanto a previdência privada é uma forma de acumular uma reserva financeira para complementar a renda.

No entanto, ambas as previdências tem algumas limitações, como:

  • Longo período de contribuição: O tempo de contribuição pode ser extenso, exigindo uma carreira profissional estável;
  • Benefícios variáveis: na previdência social, o benefício tem um teto, já na previdência privada, os benefícios variam de acordo com a rentabilidade dos investimentos, o que pode gerar incertezas.    

Em contraponto, a previdência social e privada tem benefícios, respectivamente:

  • Benefícios disponibilizados em situações atípicas: essa modalidade de aposentadoria, outros benefícios são disponibilizados de acordo com muitos ocorridos com o empregado, como auxílio-doença, salário-maternidade e pensão por morte;
  • Você escolhe o valor: nessa opção, você tem flexibilidade para escolher o valor da contribuição e por quanto tempo deseja fazê-la.

A previdência social e a previdência privada são duas modalidades de investimento que visam garantir a segurança financeira na aposentadoria. Enquanto a previdência social é um direito garantido por lei, a previdência privada é uma opção de investimento disponível no mercado financeiro.

Ambas têm suas vantagens e desvantagens, e é importante aproveitar as modalidades de uma forma  que melhor atenda às suas necessidades.

Grão – O mercado de investimentos com taxas justas e benefícios para os investidores

A Grão é uma gestora de recursos independente que visa transformar o mercado de investimentos no Brasil, oferecendo produtos com taxas justas e estratégias diversificadas, focando sempre no benefício do investidor.

A companhia incentiva a educação financeira, transparência e qualidade no atendimento ao cliente. Assim a Grão é uma empresa comprometida com a ética em todas as suas operações.

Na Grão você encontra o plano de Previdência ARCA, cuja alocação é baseada na estratégia ARCA, criada e difundida pelo Thiago Nigro, também conhecido como O Primo Rico.

A estratégia ARCA, utilizada na Previdência ARCA, utiliza um acrônimo para representar as 4 classes de ativos presentes na metodologia:

  • Ações Locais;
  • Real Estate;
  • Caixa;
  • Ativos Internacionais.

A alocação será de 30% em ações brasileiras, por meio de fundos de ações, 10% em Real Estate, por meio de fundos imobiliários, 40% em caixa, alocados em fundos de renda fixa, e 20% em ativos internacionais, por meio dos fundos de índice.

Esse plano de previdência privada oferece benefícios como sucessão patrimonial, aposentadoria, benefício fiscal e portabilidade, por exemplo. Além disso, destaca-se por oferecer uma gestão transparente, sempre buscando o melhor retorno e a segurança dos investimentos.

Por isso, a Grão oferece diversos conteúdos gratuitos em seu site e em suas redes sociais, como artigos e vídeos, para que todos possam aprender mais sobre investimentos e finanças pessoais.

Não perca a oportunidade de aprofundar ainda mais seus conhecimentos sobre previdência complementar! Acesse agora mesmo um artigo completo sobre o tema.

Written By
Grão Investimentos

A Grão é uma gestora de recursos independente focada em fundos de fundos de investimentos, atuando na diversificação e otimização da alocação de ativos com foco no longo prazo.