Vendas no varejo seguem em crescimento no Brasil

noticias

Vendas no varejo seguem em crescimento no Brasil

14 jun 2023

Raissa SchefferRaissa Scheffer
As vendas no varejo seguem em crescimento em todo o País, segundo o IBGE. Em abril de 2023, o volume de vendas do comércio varejista variou 0,1%, frente a março.Pelo quarto mês consecutivo, esse indicador não apresentou variações negativas. Assim, a média móvel trimestral variou 0,3%.

Vendas no varejo seguem em crescimento

Já na série sem ajuste sazonal, o comércio varejista subiu 0,5% frente a abril de 2022, nona taxa seguida no campo positivo.O acumulado no ano chegou a 1,9% enquanto o acumulado nos últimos 12 meses ficou em 0,9%, segundo o .

Atividades

Em abril de 2023, na série com ajuste sazonal, houve taxas negativas em cinco das oito atividades: Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-7,2%), Tecidos, vestuário e calçados (-3,7%), Combustíveis e lubrificantes (-1,9%), Outros artigos de uso pessoal e doméstico (-1,4%) e Móveis e eletrodomésticos (-0,5%).Por outro lado, entre março e abril, houve taxas positivas em três dos oito grupamentos pesquisados: Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (0,3%), Livros, jornais, revistas e papelaria (1,0%) e Hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (3,2%).As vendas de Hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo subiram 3,1% frente a abril de 2022, nono mês consecutivo no campo positivo (-0,3% foi a última variação não positiva, em julho de 2022). No ano, o setor acumula 2,7% de crescimento até abril, mesmo patamar de março (2,6%). O mesmo se dá para o indicador acumulado dos últimos 12 meses, que passa de 2,2% de ganhos até março para 2,1% até abril.De acordo com o gerente da pesquisa, Cristiano Santos, o resultado da atividade em abril está ligado principalmente às vendas da Páscoa.

Resultado de vendas

Por meio de nota, o especialista explicou que, antes da pandemia, os resultados das vendas da Páscoa no varejo apareciam sobretudo em abril. Nos anos subsequentes, os ovos começaram a ser vendidos muito antes, em janeiro, e essas vendas eram diluídas ao longo desses meses. “Neste ano, houve uma volta ao padrão de antes, e o resultado forte das vendas da Páscoa puxou o setor de hiper e supermercados”, disse.O volume de vendas de Combustíveis e lubrificantes cresceu 8,7% frente a abril de 2022, ante uma alta de 14,3% em março de 2023. A receita nominal do setor teve queda de 19,3%. O acumulado no ano foi de 20,0% até março para 17,0% em abril, com redução no ritmo de crescimento das vendas. O acumulado nos últimos doze meses manteve amplitude similar de crescimento: 21,0% até março contra 20,8% até abril.

Varejo cresce no bimestre

Como resultado, no bimestre encerrado em abril, na comparação com o mesmo bimestre de 2022, o comércio varejista registrou crescimento de 1,9%, quarta taxa positiva consecutiva (3,0% no quinto bimestre de 2022, 0,9% no sexto e 2,0% no primeiro de 2023). Quatro atividades acompanham o crescimento do indicador global e fecham o bimestre com resultados no campo positivo: Combustíveis e lubrificantes (11,5%), Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (5,1%), Hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumos (3,8%) e Móveis e eletrodomésticos (0,2%).
Raissa Scheffer

Raissa Scheffer

Raissa Scheffer (MTB: 0051926/SP) é jornalista com 16 anos de experiência em economia. Foi repórter e editora na Gazeta de Ribeirão e Jornal ACidade. Com passagens pela EPTV Ribeirão, Portal Terra, TV Record e Portal Revide.

Saber mais

Gostou do conteúdo?

Queremos sempre melhorar a experiência a sua experiência. Se puder, dê uma forcinha para o time de redação e conte o que você achou da edição de hoje.

O que achou deste conteúdo?

  • Ruim
  • Ótimo
As melhores análises do mercado

Receba em primeira mão as melhores análises do mercado financeiro diretamente em sua caixa de entrada. Nossa newsletter oferece insights exclusivos, tendências e perspectivas sobre o mercado.

Deixe-me ler primeiro uma amostra