Notícias Resultados Corporativos

Simpar (SIMH3) reporta prejuízo ajustado de R$ 214,5 mi no 4T23

Simpar (SIMH3) reporta prejuízo ajustado de R$ 214,5 mi no 4T23
  • Publicado em 27 de março de 2024

A Simpar (SIMH3) reportou prejuízo líquido ajustado de R$ 214,5 milhões no quarto trimestre de 2023 (4T23), o que reverte o lucro de R$ 304,3 milhões visto no ano imediatamente anterior. 

Além disso, o lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) foi de R$ 2,090 bilhões, avanço anual de 12,5%. Já a margem Ebitda ajustada caiu de 2,2 p.p. (pontos percentuais), para 29,5%.

Receita

Segundo a leitura da casa de análise DVinvest, a empresa apresentou receita de R$ 4 bilhões em 2012 e R$ 31,8 bilhões em 2022, um crescimento médio de 20,6% ao ano.

“Isso ocorreu de modo orgânico (crescimento das marcas) e inorgânico (aquisição de empresas), especialmente a partir de 2021 com uma expansão relevante nas frota. Isolando esse efeito, o crescimento médio é de 13,8% ao ano. Já em 2023 a receita apresentou 30,6% de crescimento, acima da média histórica”.

Resultado trimestral Simpar (SIMH3)

A seguir, confira abaixo os principais destaques do resultado trimestral da Simpar (SIMH3):

  • Receita Bruta: crescimento de 34% versus 2022, recorde de R$35,5 bilhões;
  • Ebitda Ajustado: avanço de 20% ante 2022. Recorde de R$8,2 bilhões e geração de caixa diversificada em múltiplos negócios, majoritariamente derivada de contratos de longo prazo;
  • Capex Líquido: R$7,0 bilhões em 2023 destinado à compra de ativos com alta liquidez para elevar a produtividade, rentabilidade e crescimento de Clientes. O valor é cerca da metade do realizado em 2022.
resultado-trimestral-simpar_its-money
Confira a tabela com os principais resultados da Simpar (SIMH3) no 4T23. Acesse o release completo no  site da empresa.

Análise de resultado Simpar (SIMH3)

“A Simpar talvez seja a empresa mais “8 ou 80” da bolsa atualmente. Ela está extremamente endividada e, se conseguir desalavancar, pode multiplicar em algumas vezes o valor da ação”, avalia Renato Reis, analista fundamentalista na DVinvest.

Por outro lado, segundo ele, caso a Selic pare de cair ou simplesmente reduzir de forma mais lenta, a empresa será muito prejudicada.

“Em 2023 foram mais de R$ 5,0 bilhões em lucro na operação, encerrando o ano com quase R$ 300 milhões de prejuízo. Ou seja R$ 5,3 bilhões gastos com juros, um valor muito alto”.

O analista ainda observa que a empresa estava desacelerando seus investimentos para reduzir a dívida. “Porém, ela voltou a acelerar na Movida, o que me preocupa um pouco. Por outro lado, a cada corte na Selic, a Simpar é muito beneficiada. Assim, deve conseguir se desalavancar com o passar do tempo”, finaliza.

Além da Simpar (SIMH3), confira os resultados corporativos do 4T23 já divulgados pelas empresas.  

Histórico de resultados Simpar (SIMH3)

Agora, confira o histórico de resultados da Simpar (SIMH3), com um resumo dos principais números levantados no relatório da empresa, além da análise do especialista. Boa leitura!

Balanço corporativo Simpar (SIMH3)

A Simpar (SIMH3) reportou receita bruta recorde de R$9,3 bilhões no terceiro trimestre de 2023 (3T23), o que representa uma alta de 24% em comparação com o 3T22.

“A receita bruta atingiu R$37,1 bilhões quando anualizada. Resultado dos fundamentos sólidos, diversificação em negócios e segmentos e alianças comerciais justas e de longo prazo”, informou a Simpar por meio de seu relatório trimestral.

Além disso, a empresa apresentou um Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) de R$2,1 bilhões, alta de 8% ante o 3T22. A margem Ebitda ficou em 31,2% no 3T23.

O capex líquido ficou em R$1,9 bilhão no trimestre. “Ressaltamos que a média trimestral dos investimentos em 2023 (R$0,7 bilhão), é 80% inferior à média de 2022 (R$3,4 bilhões). Na ocasião, houve a antecipação das compras de ativos de acordo com as melhores oportunidades comerciais”, explicou a Simpar.

Por outro lado, a companhia registrou um prejuízo líquido ajustado de R$ 110,6 milhões no3T23.  O número reverte o lucro líquido de R$ 111 milhões visto no mesmo período de 2022.

Análise de resultado SIMH3 (3T23)

Renato Reis, analista fundamentalista da DVinvest que faz análises dos resultados corporativos para o It’s Money, diz que a recomendação de compra era sempre seguida de um “desde que a empresa consiga reduzir sua dívida de modo relevante”.

Entretanto, segundo o analista, mesmo com uma redução na velocidade dos investimentos, a dívida segue aumentando em um nível problemático. “Isso fez com que a taxa de desconto para a empresa aumentasse de modo relevante no meu modelo, reduzindo o preço alvo”, avalia Reis.

Além disso, com a diminuição nos investimentos, pode haver um crescimento mais baixo na receita para os anos seguintes. O que também contribuiu com a redução do preço alvo da SIMH3 de R$ 22,09 para R$ 12,30. “O papel foi mantido como uma compra por ainda ter um bom potencial de alta. Também pela redução na dívida ser o principal objetivo da companhia, já tendo feito esse processo na década passada. Porém, é uma ação com extrema volatilidade e com riscos bastante altos. Então, é sugerida apenas para investidores mais agressivos”, finaliza. 

resultado-corporativo-simpar_its-money
Confira a tabela com os principais resultados da Simpar (SIMH3) no 3T23. Acesse o release completo no  site da empresa.
Written By
Redação It's Money

A redação do portal It’s Money é formada por um time de profissionais com ampla experiência editorial, com acompanhamento e revisão de jornalistas especializados.