Bolsa de Valores Onde Investir

Tudo sobre VIIA3: histórico, rentabilidade, dividendos e fundamentos

Tudo sobre VIIA3: histórico, rentabilidade, dividendos e fundamentos
  • Publicado em 13 de janeiro de 2023

Quando o assunto são ações de grandes empresas varejistas, como é o caso da VIIA3, é importante estudar seus principais índices. Eles são os fundamentos, a rentabilidade, o histórico e seus dividendos. 

Mas por que conhecê-los?

Essas informações são preciosas porque assim o investidor se familiariza com o cenário e pode tomar decisões mais acertadas quando decide comprar ou vender. 

Por isso, mais do que olhar para números ou tabelas, é importante compreender o panorama geral do ativo e das empresas envolvidas com ele.  

Em outras palavras, analisar o mercado e estudar passado e presente da ação, é algo que contribui para expectativas mais realistas sobre o futuro dela – e quais movimentos serão mais eficientes ao longo da jornada do investimento. 

Vamos avançar? Acompanhe nosso artigo que conta com todas as principais informações da VIIA3, bem como um apanhado geral a respeito do cenário macro que envolve a empresa. 

Boa leitura!

O que significa VIIA3?

VIIA3 é o nome do ativo da empresa Via, na Bolsa de Valores. A organização foi fundada em 2010 e era chamada de Via Varejo. 

Trata-se de uma corporação brasileira composta por grandes nomes do setor varejista, como Casas Bahia, Ponto Frio e Extra.com. Além disso, engloba a Bartira, uma fabricante de móveis. 

Antes de 2021, as ações da Via chamavam-se “VVAR3”, mas com a nova identidade da marca, o nome foi alterado para o que é hoje – VIIA3. 

A Via tem mais de mil lojas pelo Brasil e também atua no segmento do varejo online. Ela atualmente tem um valor de mercado calculado em R$3,3 bilhões e registra uma receita líquida de R$30,18 bilhões.

VIIA3: histórico

O histórico de VIIA3 é bastante animador quando analisamos o cenário a curto prazo, ou seja, dos últimos 6 meses. 

Conforme vamos nos afastando para uma análise macro, podemos ter a perspectiva de que as ações caíram com o passar do tempo.

Mas você vai perceber que, mesmo caindo, elas costumam proporcionar lucros para os investidores que acompanham os movimentos do mercado. 

Entenda.

  • Observando desde 2020, o valor de VIIA3 chegou a R$20,43 em 15 de outubro daquele ano. Com a orientação de uma assessoria de investimentos experiente, é provável que os investidores tenham lucrado muito nesse período;
  • Em 2021 a ação começou o ano na faixa dos R$12,63 e foi caindo até os R$5,25. Aqui, o comportamento dos investidores variou de acordo com seus objetivos. Alguns já haviam realocado seu capital para evitar quedas, outros mantiveram suas cotas visando valorização a longo prazo e os resultados de dividendos quando a empresa voltasse a pagar;
  • Já em 2022, a VIIA3 teve poucas variações, mantendo-se praticamente no patamar dos R$4;
  • Ela teve uma uma queda mais brusca em julho, chegando a R$1,89. Mas isso significou  oportunidade de compra para alguns investidores, que ingressaram na VIIA3 sem necessidade de enormes aportes e aguardando dividendos e recuperação. De fato, ela se recuperou lentamente em seguida;
  • E então, ela voltou a cair mais significativamente nos últimos meses do ano passado, fechando em R$2,40;
  • Entretanto, imaginando um cenário no qual o investidor tenha comprado ações há 6 meses, que é quando houve a queda, hoje teria lucro. 

Por exemplo: supondo uma compra de R$1.000 de VIIA3 em 12 de dezembro de 2022, no dia 12 de janeiro de 2023 o acumulado de valor investido mais a rentabilidade seria de aproximadamente R$1.205. 

Ou seja, o valor de uma ação de R$2,04 que aumentou para R$2,46 significaria um lucro de R$205 em 30 dias. 

É interessante lembrar que o mercado de ações costuma ser bastante volátil e por isso é bem importante que o investidor adote uma estratégia consoante a seu investimento – se é a longo prazo, a curto prazo e qual a importância dos dividendos nessa equação. 

Traçando objetivos claros e fazendo análises consistentes, a volatilidade das ações não costuma ser um problema.

E também vale reforçar que para puxar o histórico da VIIA3 mais antigo, é necessário buscar o nome anterior: VVAR3, que foi válido de 2013 a 2021.

VIIA3: rentabilidade

Para avaliar a rentabilidade de VIIA3, é preciso olhar para os índices de fundamentos como ROE, ROIC, Margem Líquida e outros indicadores que iremos abordar no tópico seguinte.

De maneira geral e observando o histórico do ativo, a rentabilidade de VIIA3 é avaliada em 25,53% em um mês, -25,66% em 3 meses, -37,62% em um ano e de -82,70% em dois anos

VIIA3: fundamentos

Entenda alguns índices que compõem os fundamentos da VIIA3. 

ROIC

Atualmente, a VIIA3 apresenta um índice de retorno sobre o Capital (ROIC) de 5,32%

Esse índice é importante, porque quanto maior ele for, mais rentável é a empresa em questão. Ele mede a rentabilidade do investimento feito pelos acionistas e pelos credores. 

Sendo assim, ele diz respeito à média de rentabilidade que uma empresa consegue gerar a partir do dinheiro e capital investido, inclusive dos aportes por meio de dívidas.

P/L

Outro índice para ter em consideração é o preço sobre lucro, chamado de P/L. Ele basicamente mostra se as ações da empresa estão com preços altos ou baixos.

No caso, a VIIA3 atualmente apresenta um P/L de -27,29, o que significa que se trata de uma ação relativamente barata

P/VP

O P/VP ou P/VPA é o preço de um ativo dividido pelo valor do patrimônio da empresa, resumidamente. Alguns investidores adotam como estratégia comprar ações descontadas, cujo índice P/VP é inferior a 1

Na prática isso significa que o patrimônio líquido da empresa vale mais do que a ação na Bolsa, o que pode ser uma oportunidade.  O da VIIA3 atualmente gira em torno de R$0,71.

ROE

O ROE da VIIA3 é de -2,72%. Esse fundamento basicamente demonstra a eficiência da empresa ao utilizar seus ativos para obter lucro.

Por isso, o índice é calculado ao dividir o lucro líquido da empresa no seu último ano fiscal pelo seu patrimônio líquido. 

Margem líquida

A margem líquida da VIIA3 atualmente é de -0,49%. Este índice mostra a porcentagem de lucro em relação às receitas demonstradas por uma empresa no seu balanço.

Por isso, é um fundamento interessante para perceber se a ação é de uma companhia rentável e lucrativa.

Dividend Yield

Além desses, há o Dividend Yield, que é bastante comentado no mercado financeiro. Ele é a taxa de retorno com os dividendos.

Então, através deste fundamento é possível saber se os dividendos pagos pela  empresa são interessantes ou não. Porém, neste momento a VIIA3 não apresenta dados a esse respeito.

Quanto a VIIA3 paga de dividendos?

Antes de saber quanto a VIIA3 paga de dividendos, é importante observar uma informação: a Via, que é a empresa responsável pela ação, não faz pagamentos de dividendos desde 2018.

Os pagamentos costumam ser anuais, porém a companhia não apresenta proventos há 5 anos. De qualquer forma, para ter uma base de valores, o último dividendo pago foi de R$ 0,0119.

Quando VIIA3 vai subir?

Estima-se que a VIIA3 demore alguns meses para subir porque há uma tendência de que a taxa básica de juros brasileira permaneça estável pelos próximos semestre, pelo menos. Mas é muito importante que você leia este tópico até o final para compreender o cenário. Acompanhe. 

Oportunidades

Analistas e especialistas do mercado financeiro lembram  que estamos num momento de volatilidade de maneira geral.  Entretanto, a volatilidade pode significar grandes oportunidades na Bolsa de Valores, especialmente a curto prazo. 

Sendo assim, pode ser o momento indicado para investidores ousados ou traders, que são aqueles que compram e vendem ações mais rapidamente, observando de perto as altas e as quedas. 

Relação da Taxa Selic com ação da VIIA3

Mesmo com uma Selic estável, essa é a mais alta dos últimos seis anos: 13,75%

Perante este cenário, é provável que ações como a VIIA3 tenham pequenas variações em seu preço, mas sem grandes altos e baixos por enquanto. 

Isso porque quanto maior for a taxa Selic e a inflação, mais difícil fica para empresas do setor varejista crescerem. E no caso da Via, que é uma companhia dona de lojas de eletroeletrônicos, a premissa é ainda maior.

Isso porque grande parte dos produtos comercializados nessas lojas é feito via parcelamento. 

E quando os juros estão altos, a população compra menos e parcela menos. Observando isso tudo é que podemos dizer que, enquanto a Selic estiver neste patamar, as ações da VIIA3 não devem subir muito.

Contudo, existe a possibilidade deste quadro mudar a partir do segundo semestre de 2023

Especialistas acreditam que a taxa Selic pode cair um pouco, afetando os preços dos papéis VIIA3. Se isto acontecer, o valor da VIIA3 pode subir ligeiramente

Qual o preço justo da VIIA3?

Observando o cenário de preços da VIIA3, é possível identificar que o valor máximo da ação na bolsa de valores foi de R$4,72, considerando as últimas 52 semanas. 

No mesmo período, o valor mínimo registrado foi de R$1,83 por ação. 

Definir o preço justo de uma ação depende muito do momento e da movimentação do mercado. Ou seja, um valor justo hoje pode não ser o mesmo na semana que vem

Além de que, mudanças no cenário político e econômico do Brasil e do mundo também podem interferir consideravelmente no valor de ações deste tipo.

Mas, algo que ajuda na identificação do quanto pode se esperar pagar por uma ação da Via, a VIIA3, é o chamado preço-alvo. Ele é o valor estimado pelos especialistas de uma ação até o final do ano corrente.

Vale mencionar que dependendo de quem faz essa análise, o valor pode mudar.

Portanto, de acordo com o Banco Safra, o preço-alvo da VIIA3 até o final de 2023 é de R$5,10 – o que demonstra uma subida nos preços do ativo.

Por que investir na VIIA3?

Porque se você é um investidor experiente e tem estratégias consistentes para lucro a curto prazo, as ações da VIIA3 podem gerar rendimentos significativos. 

Agora, se você procura por dividendos ou por ativos fora do segmento varejista, talvez seja interessante analisar outras opções. Ações da PETR3, por exemplo.

A verdade é que investir na VIIA3, assim como em qualquer outro ativo, demanda a consideração de alguns fatores para que os lucros se concretizem: objetivos, experiência e perfil do investidor, por exemplo. 

Para os menos experientes mas com objetivos compatíveis a esse tipo de investimento, vale a pena contar com ajuda de uma assessoria de investimentos.

Ainda, vale observar que existem analistas favoráveis e desfavoráveis ao investimento atual na VIIA3. 

As justificativas dos analistas que escolhem esperar para investir na VIIA3 são a volatilidade, os possíveis desafios que a empresa e o setor enfrentarão este ano e os índices do ativo. 

Já os analistas que entendem como uma oportunidade a compra dos papéis da Via, podemos apontar:

  • Ela é detentora de marcas valiosas, consolidadas e muito conhecidas do público em geral, como as Casas Bahia e o Pontofrio;
  • As empresas juntas possuem uma grande variedade de produtos, o que faz com que as margens de lucro e o potencial sejam maiores;
  • Considera-se que a Via está bem posicionada no que diz respeito à estratégia multicanal;
  • Avalia-se um potencial de crescimento, tanto no canal físico quanto no digital;
  • A Via recentemente fez investimentos em Fintechs;
  • A empresa vem ampliando e reestruturando a sua diretoria executiva para focar nos novos objetivos estratégicos. 

O que analisar para investir nas Casas Bahia, Magazine Luíza e ações parecidas?

Aplicar em ações como VIIA3 ou semelhantes pode parecer complexo. Mas, existem alguns pontos que facilitam a análise da oportunidade. 

Veja o que é importante avaliar antes de investir em papéis que representam empresas como Casas Bahia, Magazine Luíza e outras parecidas.

  • Observar onde e como a empresa tem investido nos últimos anos, principalmente nos setores de tecnologia e logística;
  • Acompanhar os resultados, mas não esquecer de analisar o passado e o histórico da empresa;
  • Por se tratarem de ações de empresas varejistas, é interessante observar a taxa de juros e a inflação, assim como tentar entender as perspectivas para esses índices.
  • Analisar também o comportamento e as previsões para alguns mercados internacionais, como a China, por exemplo. Isso porque a China exporta muitos insumos para fabricantes de eletroeletrônicos.
  • Levar em consideração também o nível de lucro e de endividamento da empresa antes de investir em seus papéis. 

Além dessas análises que recomendamos, tenha em mente que é sempre importante diversificar. 

A diversificação dos seus investimentos é uma das melhores maneiras de trazer mais segurança para o seu patrimônio

Isso, porque mesmo existindo as auditorias e mesmo sendo possível fazer análises minuciosas dos índices e indicativos das empresas de capital aberto, inconsistências podem acontecer. 

Sendo assim, a melhor estratégia é diversificar as classes de ativos, e também de maneira intra-ativos. Ou seja, se uma parte dos seus investimentos está em ações, busque por mais de um tipo de ação.

Para te ajudar nessa tarefa, e em vários outros aspectos relacionados com investimentos e gestão patrimonial, é possível contratar os serviços de uma assessoria, como a Blue3 Investimentos

 

Written By
Redação It's Money

A redação do portal It’s Money é formada por um time de profissionais com ampla experiência editorial, com acompanhamento e revisão de jornalistas especializados.