De olho (sempre) na China!

analises

De olho (sempre) na China!

28 nov 2022

DVinvestDVinvest
Morning_call_china

Macro

Protestos na China contra as fortes políticas de Covid zero estão ganhando mais força, à medida que o número de novos casos se alastra pelo país.Os protestos que começaram na chamada “cidade do iPhone” já estão se espalhando para outras cidades e ganha contornos cada vez mais políticos com os manifestantes pedindo a renúncia de Xi Jinping.A Apple tem queda no mercado com a informação de um déficit de aproximadamente 6 milhões de iphones com o problemas de produção em Zhengzhou.Os protestos têm acendido uma luz de alerta nos mercados do mundo todo, começando a semana com certa aversão ao risco.Nos ativos locais, o que deve pesar essa semana continua sendo a escolha de um ministro para assumir a economia, com as apostas crescendo no nome de Fernando Haddad, que hoje acompanha Lula em viagem a Brasília, mais um gesto que o mercado vê como uma sinalização de escolha.A semana passada foi mais uma de abertura na taxa de juros, com o mercado passando a precificar descontroles fiscais na economia.O que se observa é justamente a curva de juros colocando a possibilidade de mais um aumento no curto prazo.Morning_callEm branco, temos a curva de um mês atrás versus hoje.No tesouro direto, os leilões têm tido os piores desempenho com taxas em alta e os volumes mais fracos do ano, indicando uma indisposição de tomar os papeis no curto prazo.

Mercado Interno

Nos destaques do mercado, o Casino, deve vender 10,4% do capital do Assaí na forma de uma oferta pública de ações prevista para essa terça 29/12, mas as condições de mercado podem forçar uma mudança nas datas.O pessimismo que toma conta das bolsas mundiais pode contaminar os ativos brasileiros que caminham para o mês de forte volatilidade e perdas.mercado interno

Análise Técnica

O Ibovespa nesta sexta-feira finalizou o pregão com uma forte queda de 2,55% aos 108.976 pontos.Devolvendo toda a alta apresentada na quinta-feira. Isso aumenta o viés mais negativo para o índice no curto prazo, onde a perda dos 107.860 pontos indica que o ativo pode continuar esse movimento de baixa, testando um nível importante.Para a retomada de um viés mais positivo, o primeiro sinal seria a superação dos 112.500 pontos, ficando acima de região de preço importante e das médias móveis.

Mercado Externo

No exterior, a semana é de importantes dados da economia americana, com Payroll e PIB sendo divulgados.Na eminência da próxima reunião do FED que ocorre dentro de 16 dias, o mercado deve usar esses dados como balizadores importantes.No momento, maior parte do mercado precifica um aumento de 50 bps com 70% de chances.Os protestos na China têm sido vistos como fator número um que vem arrastando os índices acionários de diversas praças, principalmente na Ásia com o índice Hang Seng, de Hong Kong, chegando a cair 3,5% antes de amenizar as perdas.mercado externo

Análise Técnica

O S&P500, após 3 dias de alta consecutivos, fechou essa sexta-feira com uma leve queda de 0,21% aos 4.029 pontos.Mostrando uma certa dificuldade para superar os 4.044 pontos e dar continuidade ao movimento de alta.Dessa forma, a perda dos 4.019 pontos indica que o índice pode passar por uma correção no curto prazo.Essa correção pode ser um movimento mais lateral (no tempo) ou buscando a média móvel nos 3.969 pontos (no preço).Para aumentar o viés positivo, a superação dos 4.044 pontos indica que o índice pode dar continuidade a tendência de alta que se encontra no curto prazo, onde o próximo nível importante seria os 4.118 pontos.

Commodities

As commodities começam a semana também refletindo a percepção de piora no cenário da China, com Petróleo caindo para menor nível desde dezembro passado abaixo dos USD 75 o barril.A percepção de piora na demanda e nas perspectivas de energia contribuem para essa queda.As principais commodities metálicas também passam por fortes quedas, com o minério de ferro caindo até 3,2% em Singapura.A explicação do movimento acaba sendo os protestos na China que colocam uma sombra de dúvida nas perspectivas de demanda.commodities

Análise Técnica

O petróleo fechou essa sexta-feira dando continuidade ao movimento de baixa que vem apresentando nas últimas semanas, com uma queda de 1,27% aos USD 83,88/barril.Dessa forma, o ativo segue em tendência de baixa no curto prazo, e a perda dos USD 83,57/barril indica que o petróleo pode dar continuidade nesse movimento de baixa, voltando a ser negociado nos USD 82,36/barril (próximo nível importante mais abaixo).Vale lembrar que para anular completamente a tendência de baixa que se encontra no curto prazo, o ativo precisa voltar a ser negociado nos USD 96,12/barril.

Analistas responsáveis

Dalton Vieira – Analista CNPI-T

  • + 15 anos de experiência no mercado financeiro;
  • Analista de valores mobiliários (CNPI-TEM 910);
  • Credenciado pela Apimec desde 2010;Desenvolvedor do método DV de investimentos.

Leonardo Gibelli – Analista CNPI-T

  • Analista CNPI-T;
  • Analista CNPI-T EM-3376 credenciado pela Apimec;
  • Formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Erik Sala – Especialista Em FIIs E Renda Fixa

Graduando em Economia pela UFG e especialista em Fundos Imobiliários. Assistente de análise responsável pela carteira DV Renda Imobiliária.

Disclaimer

De acordo com a Resolução CVM nº 20, de 25 de fevereiro de 2021, Art. 21º, declaro que as análises realizadas neste relatório refletem única e exclusivamente a opinião dos autores, e foram elaboradas de forma independente e autônoma.De acordo com o art. 21 da ICVM 598/18, caso o Analista esteja em situação que possa afetar a imparcialidade do relatório ou que configure ou possa configurar conflito de interesse, este fato deverá estar explicitado no campo “Conflitos de Interesse” deste relatório.As informações, estimativas e projeções contidas neste relatório referem-se à data de publicação e estão sujeitas a mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal alteração.
DVinvest

DVinvest

A DVinvest é a casa de análise fundada pelo renomado analista Dalton Vieira, que possui em sua equipe profissionais altamente especializados em análise fundamentalista e técnica de ações.

Saber mais

Gostou do conteúdo?

Queremos sempre melhorar a experiência a sua experiência. Se puder, dê uma forcinha para o time de redação e conte o que você achou da edição de hoje.

O que achou deste conteúdo?

  • Ruim
  • Ótimo
As melhores análises do mercado

Receba em primeira mão as melhores análises do mercado financeiro diretamente em sua caixa de entrada. Nossa newsletter oferece insights exclusivos, tendências e perspectivas sobre o mercado.

Deixe-me ler primeiro uma amostra