Análises Coluna Especialistas Destaques Notícias

Afinal, o que é a Carteira Multiestratégia?

Afinal, o que é a Carteira Multiestratégia?
  • Publicado em 4 de março de 2024

A Carteira Multiestratégia oferece diversas vantagens aos investidores, as quais podem ser exploradas através de uma variedade de classes de ativos negociadas na B3. Entre eles, ações, fundos imobiliários, renda fixa, dólar, ouro e índices.

Em resumo, para acessar títulos de renda fixa e índices internacionais na B3, a utilização de ETFs (Exchange Traded Funds) é uma alternativa viável.

Ou seja, isso permite investir em fundos vinculados a títulos pré e pós-fixados, bem como a títulos de inflação. Além de ETFs que replicam índices de bolsas estrangeiras, como o S&P500, Nasdaq e MSCI China.

Contudo, vale destacar que, devido à natureza desses índices, os investidores também ficam expostos às flutuações cambiais, uma vez que envolvem ativos cotados em dólar.

Além disso, outras classes de ativos, como Ouro, ações de Small Caps e Fundos Imobiliários, também podem ser acessadas por meio de ETFs.

Complementando a estratégia, a carteira inclui a seleção de ações com bom potencial de retorno, utilizando o chamado “Stock Picking”.

Essa abordagem combina análise fundamentalista top-down de ações para identificar oportunidades de investimento, com a análise técnica para determinar o melhor momento para entrada nos ativos.

Leia também: Selic em queda: é hora de voltar a investir na Bolsa de Valores?

o-que-e-a-multiestrategia_its-money

Vantagens da Carteira Multiestratégia

Investir em uma Carteira Multi Estratégia oferece diversas vantagens. Como exemplo, a capacidade de diversificar o risco ao investir em classes de ativos que podem ter desempenho inversamente correlacionado.

Ademais, a liquidez é uma grande vantagem em comparação com fundos multimercado. Isso por que os ativos negociados na bolsa possuem agilidade de negociação, com liquidação financeira em até 2 dias úteis.

Neste sentido, também é importante destacar que os custos de corretagem de uma carteira geralmente são mais baixos do que as taxas de administração e performance cobradas por fundos de investimento.

Por fim, no que diz respeito à gestão da carteira, os ajustes e rebalanceamentos dos ativos ocorrem mensalmente, geralmente ao final do primeiro pregão do mês, com trocas durante o mês apenas em situações excepcionais.

Então, essa abordagem estruturada e diversificada oferece aos investidores uma forma eficaz de aproveitar as oportunidades de investimento no mercado financeiro.

Quer aproveitar essa abordagem inovadora para otimizar seu patrimônio?

Clique aqui e conheça a Carteira Multiestratégia da DVinvest! 

Written By
Patrick Johnston

Formado em Administração de Empresas, com especialização em Mercado de Capitais. Mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, tendo atuado como Trader Profissional de Mesa e Broker Global. Head Trader na Blue3 Investimentos.