Onde Investir Primeiros Passos

Ideias de investimentos para engenheiros

Ideias de investimentos para engenheiros
  • Publicado em 12 de dezembro de 2022

Os investimentos para engenheiros vão desde ativos que multiplicam patrimônio até estratégias que ampliam a atuação em ramos de engenharia, exatas e finanças. 

Ocorre que devido à natureza da formação, os engenheiros têm o perfil de um profissional mais racional e analítico, além de dominarem as estratégias matemáticas. E essas características são bastante valorizadas e úteis no mercado financeiro.

Não é à toa que além de bons investidores, muitos engenheiros têm se destacado como profissionais de investimentos.

Isso tem ocorrido porque pessoas que trabalham com investimentos precisam ter uma parte das suas habilidades técnicas – também chamadas de hard skills – voltadas para análise de números e de processos, visualizando resultados a longo prazo. 

E essa é uma competência muito comum nos engenheiros. 

Por isso preparamos este artigo completo! Aqui, veja como ganhar dinheiro com investimento para engenheiros, quais são as melhores opções para investir e como um engenheiro pode atuar no mercado financeiro. 

Mas, antes, vamos entender um pouco quanto ganha um profissional da área da engenharia? 

Acompanhe!

Quais são os engenheiros mais bem pagos?

Reconhecidamente, engenheiros são profissionais com altos salários em comparação às outras profissões no Brasil. Entretanto, existem várias áreas na engenharia, sendo que cada uma tem uma faixa salarial diferente. 

Os engenheiros mais bem pagos geralmente são aqueles que trabalham em regiões do país onde o salário é melhor, ou os que têm mais especializações. 

Mas isso também pode variar de acordo com o projeto, a área de atuação e os anos de experiência, por exemplo.

De maneira geral, a categoria de engenheiro tem um piso salarial registrado pela Lei 4.950-A de 1966. O valor deve ser de seis salários mínimos nacionais, no mínimo. Porém, pode aumentar conforme o estado.

O Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo, por exemplo, determinou que em 2022 o piso salarial de um engenheiro deve ser de R$7.272 para uma jornada diária de seis horas, e de R$10.908 para jornadas de oito horas diárias.

Veja, agora, a média salarial dos engenheiros conforme a área de atuação. 

Engenheiro Mecânico

Engenheiros mecânicos costumam receber entre R$8 mil a R$10 mil por mês como salário inicial a médio.

Este profissional costuma trabalhar com projeção, fabricação, ou supervisão de sistemas mecânicos e máquinas. Muitas delas são utilizadas em grandes indústrias e veículos e maquinários.

Engenheiro Civil

Os profissionais da Engenharia Civil têm, em média, um salário que varia de R$6 mil a R$10 mil.

Os Engenheiros Civis são comumente responsáveis pelo projeto, acompanhamento e supervisão de edificações e soluções urbanas.

Aqui entram casas e edifícios,  pontes, viadutos e estradas. Muitas vezes também avaliam a viabilidade econômica de projetos.

Engenheiro Ambiental

A Engenharia Ambiental é uma área que costuma proporcionar ordenados entre os R$4 mil e R$7 mil mensais, em média.

Os Engenheiros Ambientais são especializados em biologia, geologia, cartografia, gestão ambiental, química, hidráulica e segurança do trabalho. 

Por isso, são agentes importantes na preservação do meio ambiente e no desenvolvimento sustentável de empresas e instituições

Engenheiro de Produção

Engenheiros de produção ganham cerca de R$5 mil, podendo chegar até R$8 mil, em média.

De maneira geral, estes profissionais são responsáveis pela implementação e desenvolvimento de linhas de produção. Os Engenheiros de Produção são especialistas em melhorar a produtividade e os resultados do processo fabril. 

Em relação aos salários, vale citar que todos os valores listados acima são uma média para engenheiros empregados em empresas privadas.

Profissionais que prestam serviços como pessoa jurídica podem ganhar bem mais, consoante ao projeto e aos contratos fechados. 

Além disso, podem ocorrer vários tipos de bônus e participação de lucros que incrementam o salário de engenheiros. 

Engenheiro investidor

Independente da área que atuem, engenheiros podem ser muito bem pagos quando investem seu dinheiro.

Isso porque ao aplicar parte do salário em produtos de renda fixa ou renda variável, conseguem multiplicar seu patrimônio.

Nesse sentido, engenheiros têm tendências a fazerem bons investimentos por conta da inteligência estratégica e da capacidade de pensar em resultados de projetos a longo prazo. 

Investimentos são recomendados para todos os profissionais, especialmente para aqueles com altos salários ou que trabalham por conta própria. E se têm conhecimento familiar às análises do mercado, é uma vantagem.

Como um engenheiro pode atuar no mercado financeiro?

Existem várias formas de um engenheiro atuar no mercado financeiro. 

Por conta das suas habilidades de resolver situações complexas, focando no processo e no pensamento lógico, os engenheiros se destacam tanto como profissionais de investimentos quanto como investidores que não querem seguir carreira mas desejam ver o dinheiro render.

E o mercado financeiro está cada vez mais atento a isto. Há alguns anos, muitos engenheiros migraram para a área da consultoria.

Porém, atualmente, existe um grande número de profissionais fazendo o shift de carreira para o lado dos investimentos. 

E nesse sentido, as corretoras, assessorias e bancos têm contratado engenheiros para fazerem parte do seu quadro de profissionais. 

Em 2019, o Mundo Vestibular classificou, por exemplo, Engenharia de Produção como um dos 5 melhores cursos para quem quer trabalhar no mercado financeiro. 

Engenharias que mais performam no mundo dos investimentos

Entenda por que algumas áreas da engenharia são conhecidas por terem profissionais que se destacam no mercado financeiro e no mundo dos investimentos.

1 – Engenharia de Produção

Como citamos, a Engenharia de Produção é um dos cursos mais indicados para quem quer ingressar na área dos investimentos.

Tal fenômeno acontece por conta das habilidades deste profissional em identificar oportunidades de negócio nos processos produtivos de setores variados

Outro fator que faz com que a engenharia de produção no mercado financeiro seja uma tendência, é o fato destes engenheiros terem facilidade para avaliar empresas observando suas operações.

Em adição, está a capacidade de visualizar processos e melhorias.


2 – Engenharia Civil

Na hora de avaliar se uma ação na Bolsa de Valores de uma empresa de construção civil está num bom momento de compra ou venda, o engenheiro da área tem uma vantagem. 

O mesmo vale para outros produtos financeiros relacionados a imóveis, como os CRIs, LCIs e Fundos Imobiliários

A facilidade com cálculos complexos também conta como um diferencial, visto a robustez matemática de alguns relatórios contábeis de grandes empresas. 

3 – Engenharia Mecânica

A afinidade do engenheiro mecânico com maquinário de fábricas, por exemplo, facilita sua avaliação do desempenho de muitas indústrias — que dão origem a uma variada gama de investimentos.

Sendo assim, o engenheiro mecânico também se destaca na identificação de tendências e novas oportunidades de negócios envolvendo empresas menos tradicionais, ou mais tecnológicas.

4 – Engenharia Ambiental

Os profissionais com base e experiência na engenharia ambiental são bastante requisitados no mercado financeiro no que diz respeito a investimentos baseados em índices ESG

Esse índice classifica empresas de acordo com seu nível de sustentabilidade, responsabilidade social e governança corporativa.

Investimentos que levam esses três pilares em conta tem crescido cada vez mais no Brasil e no mundo.

Um exemplo disso são os ETFs (Exchage Traded Funds), também chamados de fundos de índices. Eles são produtos de renda variável que são comprados e vendidos de maneira semelhante às ações nas bolsas de valores.

Neste caso, um engenheiro ambiental pode atuar como administrador de um fundo deste tipo, ou como assessor de investimentos, indicando os melhores para seus clientes. 

Além dessas áreas que destacamos, existe mercado para todos os tipos de engenheiros, por conta das suas características analíticas.

É por isso que profissionais desta área estão migrando cada vez mais para o setor dos investimentos — e obtendo sucesso.

Entenda a seguir que tipo de carreira você pode seguir nesse sentido

Tipos de trabalho no mercado financeiro

  • CNPI Técnico: fluente na análise técnica de ações;
  • CNPI Fundamentalista: especialista em análise fundamentalista de empresas;
  • CNPI Pleno: pesquisa oportunidades e recomenda compra e venda de ações, fundos de investimento, câmbio, etc.
  • CPA: trabalha em bancos e oferece produtos de investimento dessas instituições;
  • CEA: faz gestão de contas de clientes investidores;
  • CGA: pode gerir fundos de investimentos, fundos imobiliários, e outros. 

Engenheiros no mercado financeiro: principais vantagens

Existem vários prós e contras em engenheiros atuando no mercado financeiro. Entenda algumas das vantagens:

  • Barreira de entrada relativamente baixa;
  • Possibilidade de ascensão rápida na carreira;
  • Possibilidade de ganhos maiores;
  • Flexibilidade no trabalho e maior autonomia;
  • Recompensas, prêmios e bônus praticados no setor;
  • Ampliar rede de networking;
  • Aprender a investir e aplicar conhecimentos no seu patrimônio próprio e da sua família;
  • Status.

Engenheiros investidores: como começar?

Se você é um engenheiro e quer atuar no mercado financeiro, mas sente que ainda falta algum conhecimento, invista em cursos e acompanhe as notícias do setor. 

Pode optar, por exemplo, por uma pós-graduação em finanças ou num curso intensivo online sobre investimentos.

Existe, inclusive, um campo de estudo chamado engenharia financeira. Nesse campo de estudo, utilizam-se ferramentas matemáticas e estatísticas para chegar a soluções inteligentes na área dos investimentos e finanças. 

Especialistas da área também recomendam exercitar as soft skills, como a inteligência emocional e as habilidades de lidar com clientes. 

Uma informação importante: dependendo da área de investimentos que se quer atuar, se faz necessário passar por alguns exames específicos. Portanto, pesquise quais são e estude para eles também.

Certificados

Existem alguns órgãos e entidades no Brasil que emitem certificados voltados para área financeira, e alguns deles são necessários para atuar neste mercado. São eles:

    • ANCORD: presta direcionamento jurídico e técnico e credencia Agentes Autônomos de Investimento, com autorização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).
    • APIMEC: oferece certificação para profissionais de investimentos dos tipos CNPI (para analista fundamentalista), CNPI-T (para analista técnico), e CNPI-P (para analista pleno).
    • ANBIMA: principal órgão certificador da área. 

Melhores investimentos para engenheiros

Os melhores investimentos para engenheiros são opções diversificadas e com boa rentabilidade, como ações na Bolsa, Fundos e Criptomoedas. Explicamos um pouco mais sobre eles abaixo, confira.

Ações na Bolsa de Valores

Um dos melhores investimentos para engenheiros é aplicar em ações de empresas que tenham relação com sua área de expertise

Por exemplo, engenheiros florestais e ambientais podem investir em ações de companhias de capital aberto que possuam bons índices ESG, como citamos anteriormente. 

Já as ações da Petrobras e da Vale podem ser mais bem aproveitadas e negociadas por engenheiros de minas. Estes profissionais especializam-se em estudos dos recursos minerais aplicados à indústria, como mineração, fertilizantes e petróleo, por exemplo.

Inclusive, muitas das ações de empresas de commodities pagam dividendos aos seus acionistas. Por isso, pode ser uma boa forma de rentabilizar ainda mais o capital do engenheiro, seja ele de minas, civil, mecânico, ou de produção.

Além disso, profissionais da engenharia da computação têm vantagens competitivas ao investirem em papéis de empresas de tecnologia. Salvo algumas exceções, estas costumam ser ações bastante promissoras, porém também arriscadas.

Por sua vez, engenheiros mecânicos e mecatrônicos tem potencial de fazerem boas escolhas no que diz respeito aos papéis de indústrias. Isso, por conta do seu conhecimento ligado ao maquinário e à  automação industrial. Nesse sentido, existe uma vasta oferta de ações bastante promissoras no mercado financeiro.

Fundos de Investimento em Ações (FIAs)

A mesma lógica serve para fundos de ações. Eles são bons investimentos para engenheiros que visam rentabilidades maiores, mas que não querem gerir diretamente suas aplicações.

Isso porque os Fundos possuem um gestor próprio — um profissional que acompanha os índices e resultados de perto e toma as decisões sobre compra e venda de papéis, com foco em manter a rentabilidade do Fundo. 

Fundos de Investimento Imobiliários (FIIs)

Os Fundos Imobiliários são boas alternativas de investimento para engenheiros, especialmente civis. Porque este tipo de fundo adquire cotas de vários tipos de propriedades diferentes, e ter conhecimento a respeito das que são mais ou menos rentáveis, pode ser um benefício

Até porque os Fundos Imobiliários não investem apenas em imóveis prontos: há uma modalidade que aplica recursos no desenvolvimento de empreendimentos. 

Os tipos de propriedades podem ser edifícios comerciais, shoppings, hospitais, universidades, bancos, entre outros. 

O interessante dos FIIs é que também pagam dividendos aos cotistas, e os rendimentos são isentos de Imposto de Renda para pessoas físicas. Além disso, assim como outros tipos de Fundos, contam com um gestor profissional.

Criptomoedas

As criptomoedas compõem um tipo de investimento muito buscado pelos investidores mais arrojados ou que têm afinidade com novas tecnologias. 

Por conta disso, podem ser boas opções de investimento para engenheiros, principalmente da área da computação e informática

A oferta de criptos atualmente é extensa. Sendo assim, entender a área das inovações mais profundamente pode marcar a diferença entre realizar um bom negócio, ou sair no prejuízo. 

De qualquer forma, recomenda-se também um estudo cuidadoso do mercado financeiro antes de comprar criptomoedas. Isso porque este tipo de ativo costuma ser muito volátil, e instabilidades podem resultar em prejuízos.   

Investimentos para engenheiro: como ganhar dinheiro 

Como você viu, mesmo sendo engenheiro, há como ganhar dinheiro com investimentos de várias formas diferentes, seja investindo seu próprio capital, ou ajudando outras pessoas a investirem — e lucrar com isto.

E para trilhar o caminho de ganhar dinheiro com suas aplicações, é indicado seguir o passo a passo a seguir.

1 – Estabeleça metas

Assim como todo bom projeto, os investimentos têm que ser planejados. Defina objetivos a serem alcançados, bem como o prazo desejado. Podem ser a curto, médio, ou longo prazo.

2 – Entenda qual é o seu perfil

No mercado financeiro, é de suma importância definir o perfil de investidor: se conservador, moderado ou arrojado. Há uma grande quantidade de informações online e formulários para te ajudarem neste processo. 

3 –  Estude opções e esteja informado

É sempre uma boa ideia já adentrar o mercado financeiro tendo algum conhecimento sobre como ele opera e quais as opções de investimentos. Assim, você tomará uma decisão muito mais acertada. 

4 – Abra conta em uma corretora de investimentos

Para ter acesso aos investimentos que citamos neste artigo, é preciso operar através de uma corretora. Por isso, você deve abrir conta em uma para poder começar a investir.  Corretoras conseguem oferecer uma grande variedade de produtos financeiros, ao contrário dos bancos. 

Facilite o processo com uma Assessoria de Investimentos

Caso você queira acelerar todo este passo a passo ou obter ajuda profissional, pode sempre contar com uma Assessoria de Investimentos, como a Blue3

Os assessores indicam as melhores oportunidades de investimentos para o seu perfil, considerando as suas metas. Além disso, são capazes de te ajudar a obter sucesso com suas aplicações. 

Written By
Redação It's Money

A redação do portal It’s Money é formada por um time de profissionais com ampla experiência editorial, com acompanhamento e revisão de jornalistas especializados.