Onde Investir Primeiros Passos

Guia completo de investimentos para dentistas

Guia completo de investimentos para dentistas
  • Publicado em 23 de janeiro de 2023

Investimentos para dentistas podem ser feitos tanto na área de atuação quanto em ativos para o dinheiro render.  E investir faz sentido por conta das oportunidades e características do setor. Explicamos.

Segundo o Conselho Federal de Odontologia (CFO), o ramo faturou cerca de R$38 bilhões só em 2019. Isso mostra que dentistas e suas clínicas movimentam um capital significativo – o que também significa que além de espaço para ganhar, existem desafios. 

E os desafios são no sentido de administrar de forma inteligente o patrimônio da empresa para que gere bons frutos. Isso vai desde evitar desperdícios até aplicar os lucros da maneira mais acertada. 

Interessante, não? Para saber mais, acompanhe nosso guia para saber quais os melhores investimentos para dentistas. 

Onde investir o dinheiro do consultório?

Uma das formas de um dentista garantir boa saúde financeira do seu negócio e crescimento, mesmo a longo prazo, é saber onde investir o dinheiro do consultório. 

Os proventos obtidos com as consultas e tratamentos podem ser alocados em investimentos de renda fixa ou de renda variável, por exemplo, para que se multipliquem e gerem rentabilidade. 

Ou, também é possível reinvestir no próprio negócio. Isso aumenta a capacidade de atender a mais pacientes, subir os valores das consultas e lucrar mais.

Acompanhe algumas dicas. 

Equipamentos odontológicos

O mercado odontológico é bastante concorrido, portanto investimentos no consultório que proporcionem melhorias são fundamentais para se destacar. 

Equipamentos odontológicos mais modernos e tecnológicos, por exemplo, são uma boa maneira de proporcionar uma melhor experiência para o paciente e de fidelizá-lo durante os tratamentos.

Até porque, um dos principais desafios que os dentistas enfrentam é o abandono do tratamento por parte do paciente antes da sua conclusão. Nesse sentido, alguns equipamentos inovadores podem trazer mais conforto e mais rapidez para os procedimentos.

Cursos de especialização

Profissionais da área da saúde precisam estar em constante atualização – e com os dentistas isto não seria diferente. 

Trata-se de uma área em que novos procedimentos e pesquisas científicas surgem a cada dia, portanto, cursos são necessários para se atualizar.

Além disso, investir em uma especialização pode potencializar os ganhos do profissional, ao mesmo tempo em que o destaca da concorrência. 

O aprofundamento em determinado campo do conhecimento consegue atrair clientes com demandas mais específicas e, muitas vezes, mais rentáveis para o profissional.

Ações na Bolsa de Valores

Quando o assunto é garantir um futuro mais tranquilo e a aposentadoria, muitos podem pensar apenas em previdência privada. Mas, existem outras opções tão boas quanto e menos óbvias – como investimentos para dentistas em ações na Bolsa de Valores.

Algumas ações são ótimas para a estratégia “buy and hold“, que consiste em comprá-las e mantê-las por um longo período. Há investidores, inclusive, que compram ações pensando em garantir uma renda passiva no futuro. Basta escolher as mais adequadas.

Previdência Privada

Como comentamos, a previdência privada é um investimento clássico para garantir a aposentadoria de vários tipos de profissionais, incluindo dentistas. E é clássico por um motivo: funciona bem e traz resultados. 

A previdência privada é um investimento bastante recomendável para autônomos e empreendedores, por dependerem da própria gestão financeira. Sendo assim, ao planejar onde investir o dinheiro do consultório, não se esqueça da previdência privada.

Fundos 

Os fundos de investimento também são ótimas alternativas para se aplicar o dinheiro do consultório. Isso porque eles funcionam como instrumento facilitador para investidores que buscam mais praticidade e variedade. 

Os fundos funcionam como um grupo de investidores que se unem para que, juntos, tenham maior poder de compra de títulos, ações ou outros produtos financeiros. Além disso, trazem a vantagem de contarem com um gestor, que define as estratégias e administra o patrimônio.

Opções de investimentos para dentistas

Confira agora, na prática, algumas opções de investimentos para dentistas fora do consultório.

Ações de saúde na Bolsa

Investir em ações na Bolsa de Valores, como comentamos previamente, é uma ótima estratégia para otimizar seus resultados financeiros. É possível potencializá-los ainda mais ao fazer investimentos em empresas ou setores dos quais você tem alguma afinidade. 

Portanto, pode ser uma boa ideia dentistas investirem em ações de empresas da área da odontologia, com capital aberto no mercado. 

Ou, em empresas que prestam serviços relacionados, como as que realizam diagnósticos por imagem (raio-x), as que oferecem planos de saúde e odontológicos e assim por diante. 

 

Esse quesito da proximidade com o setor de atuação da empresa ajuda a entender nuances que outros investidores podem deixar passar. E tal conhecimento é capaz de marcar a diferença entre saber a hora certa de comprar e de vender uma ação. 

Veja alguns exemplos de papéis destes setores.

OdontoPrev – ODPV3

A OdontoPrev é líder em planos odontológicos na América Latina e tem capital aberto desde 2006, sob o código ODPV3. Seu sócio majoritário atualmente é o Bradesco Saúde, com 50% das ações, sendo que o restante dos ativos está com acionistas menores.  

O ODPV3 é constantemente considerado um ativo interessante e rentável pelos analistas. E apesar de ter sofrido alguma queda na sua cotação no final de 2022, já apresenta forte recuperação. Além disso, a OdontoPrev paga dividendos.

Dasa – DASA3

A Dasa é uma rede de medicina diagnóstica que conta com centros médicos e hospitalares, e é a quinta maior do mundo em seu setor. Em 2022 ela teve uma receita quase 24% maior do que no ano anterior, atingindo R$3,288 bilhões. 

Alguns especialistas apontam as ações da Dasa como potencialmente interessantes devido ao seu modelo de negócios a longo prazo. Entretanto, é preciso observar a baixa liquidez do ativo, mostrando-se assim uma boa ação para a estratégia “buy and hold“.

Fleury – FLRY3

A Fleury é uma grande companhia de medicina diagnóstica e por imagem, com mais de 90 anos de existência e expressiva cobertura nacional. A empresa tem ações na bolsa de valores, a FLRY3, que são cobiçadas por muitos investidores devido ao seu desempenho. 

Ano após ano, a empresa apresenta receitas e lucros positivos e bons fundamentos de gestão. A FLRY3, assim como outras ações do setor da saúde, teve uma leve queda no final do ano passado, entretanto já começou 2023 com uma subida na cotação. 

Até o momento o ativo tem sido estável, ficando na casa dos R$15. 

Ações farmacêuticas na Bolsa

Seguindo a mesma lógica das ações de empresas relacionadas à odontologia, dentistas também podem ter bons rendimentos ao investir em ações farmacêuticas na bolsa. Existem várias com excelentes índices. 

Veja alguns exemplos.

Raia Drogasil – RADL3

A Raia Drogasil é uma empresa brasileira fundada em 2011, responsável por mais de 2.500 farmácias no território nacional. Suas ações, a RADL3, têm registrado um histórico atrativo de cotações nos últimos anos. 

Desde 2020 o ativo cresceu no mercado e vem se mantendo relativamente estável desde então. A perspectiva costuma ser de boas cotações por conta dos pilares de gestão da empresa, que agradam os investidores. A taxa de crescimento anual composta da receita da empresa é de 16,47%.

Pague Menos – PGMN3

A Pague Menos, outra rede de farmácias varejistas, entrou para a Bolsa de Valores em 2020 com a sigla PGMN3. Porém, já chamou a atenção dos investidores. 

O interessante é que este ativo ainda se encontra a um preço baixo, R$4,28 – e a tendência é que aumente a longo prazo (porém, recomendamos análises mais aprofundadas). Em janeiro deste ano a empresa pagou seus primeiros dividendos, no valor de R$0,186 por ação.

Previdência privada para dentistas

Mesmo o dentista sendo um profissional liberal ou microempreendedor, ele tem direito à previdência social. Porém, os valores podem ficar muito abaixo do que se espera para ter uma aposentadoria tranquila, principalmente para manter o mesmo padrão de vida. 

É por isso que dentistas devem investir também em previdência privada. Entenda quais são os tipos e como funcionam.

PGBL

O PGBL é um plano de aposentadoria privada que permite pagar menos impostos durante a fase de acumulação. Isso, caso você faça a declaração completa de imposto de renda, porque assim é possível deduzir até 12% sobre a base de cálculo. 

Pode ser uma opção interessante para dentistas com um negócio mais consolidado ou com muitas despesas. Porque, nestes casos, a melhor opção é fazer a declaração completa e solicitar o abatimento para o plano de previdência. 

Outro ponto importante é que com PGBL costuma-se indicar o uso da tabela progressiva de tributação. Nela, quanto maior o valor, maior o desconto. 

VGBL

Já o VGBL é outro plano de previdência privada, indicado para dentistas isentos da declaração do IR, ou que fazem a declaração resumida. Neste caso, não é possível fazer abatimentos anuais, mas a alíquota na hora do resgate vai recair apenas sobre o rendimento da aplicação. 

Com o VGBL geralmente pratica-se a tabela regressiva de alíquotas, que é muito interessante para quem mantém o investimento por mais de 10 anos. Isso porque o valor dos descontos vai caindo, até chegar em 10%.

Fundos para dentistas investirem 

Além das ações na Bolsa de Valores que mencionamos anteriormente, os fundos são boas alternativas de investimentos em renda variável para dentistas e profissionais autônomos da área da saúde. 

Entenda.

Fundos de investimento em ações

Os fundos de investimento em ações são uma maneira de expor seu capital às ações de determinadas empresas, sem ter que investir diretamente no pregão. 

Isso porque os fundos geralmente selecionam um pacote de ativos a partir de uma estratégia determinada, no qual os investimentos são administrados por um gestor profissional.

Além disso, para aplicar em um fundo e ter acesso a várias ações indiretamente, normalmente não é preciso um capital muito grande nem um conhecimento avançado do mercado. 

Assim, mostra-se como uma opção válida para dentistas que não tem tempo de pesquisar o mercado de ações pessoalmente. 

Com R$1.000, por exemplo, já é possível investir no Fundo Suno FIA que de maneira geral, aplica 30% do patrimônio dos cotistas em dividendos, 20% em small caps, 30% em investimentos em valor e 20% em investimentos internacionais. Dessa forma, há maiores chances de rendimentos e maior segurança.

Fundos imobiliários

Os fundos de investimento imobiliários (FIIs) são outra maneira de se investir sem ter que montar o portfólio de ativos sozinho ou aplicar valores muito altos. Neste caso, são focados em empreendimentos imobiliários e imóveis de vários tipos.

O interessante é que cotas do setor imobiliário costumam se valorizar, além dos rendimentos possíveis com aluguéis. Sendo assim, dentistas podem rentabilizar ainda mais ao escolher FIIs focados em imóveis relacionados com a área da saúde, como de hospitais, clínicas ou faculdades de odontologia. 

Fundos em renda fixa

Há também os fundos em renda fixa, para quem quer rendimentos acima da poupança, mas com os menores riscos possíveis. Eles podem ser indicados para dentistas com perfil de investimento mais conservador, por exemplo. 

Existem vários tipos de fundos em renda fixa, mas o que eles têm em comum é que pelo menos 80% de seu patrimônio é alocado em ativos vinculados a índices como taxa de juros, índices de preço, ou os dois. São exemplos: títulos públicos, debêntures, CDBs, etc. 

Novamente, por ser um fundo, existe um gestor, uma estratégia, baixos valores de entrada, e um conjunto de títulos selecionados para buscar os melhores resultados. 

Investimentos para dentistas: como ganhar mais

Para tirar o melhor dos seus investimentos você não precisa ser um profissional do mercado financeiro. Basta seguir alguns passos simples, porém importantes. 

Dessa forma, você conseguirá concentrar seus esforços nos seus negócios e pacientes, ao mesmo tempo em que tira bons rendimentos dos investimentos. Saiba como. 

Entenda seu perfil

Antes de escolher seu investimento, entenda seu perfil enquanto investidor. Saber se você é mais conservador, moderado ou arrojado no que diz respeito ao seu patrimônio, pode pautar muitas das decisões dos próximos passos. 

Trace seu objetivo

Investir sem ter uma estratégia é um grande erro. Por isso, trace seus objetivos com os investimentos, que inclusive podem ser vários, para prazos diferentes. Quando temos um foco, fica muito mais fácil trabalhar por ele no dia a dia. 

Estude o mercado

Você não precisa ser especialista em investimentos, mas ter uma noção sobre as opções do mercado vai te ajudar a fazer escolhas inteligentes. E além de entender um pouco sobre os tipos de investimento (podendo focar mais naqueles que te interessam), é sempre uma boa ideia ler a respeito do cenário que envolve os seus ativos para compreender que contextos o impactam.

Contrate uma assessoria

Por fim, mas não menos importante, contrate uma assessoria de investimentos para te acompanhar nessa jornada. Empresas como a Blue3 Investimentos contam com profissionais experientes que orientam os investidores a fazerem as melhores escolhas, potencializando os rendimentos e minimizando os riscos. 

Written By
Redação It's Money

A redação do portal It’s Money é formada por um time de profissionais com ampla experiência editorial, com acompanhamento e revisão de jornalistas especializados.