Fechar

It's Money, informação que conecta você ao mundo dos investimentos de forma ágil e descomplicada.


Posts populares

Resultados Corporativos

Grupo Pão de Açúcar (PCAR3) diminui prejuízo em 72,5% no 4T23, para R$ 303 milhões

Grupo Pão de Açúcar (PCAR3) diminui prejuízo em 72,5% no 4T23, para R$ 303 milhões
  • Publicado em 22 de fevereiro de 2024

O GPA (PCAR3), ou Grupo Pão de Açúcar, reportou um prejuízo líquido de R$ 303 milhões no quarto trimestre de 2023 (4T23), uma redução de 72,5% ante o mesmo período do ano anterior (4T22).

Além disso, o lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 404 milhões, com alta de 39% em relação ao 4T22.

Por outro lado, a margem Ebtida ajustado ficou em 7,7%, 0,7 ponto percentual acima do registrado no trimestre imediatamente anterior.

Segundo leitura da casa de análise Dvinvest, a receita da empresa foi de R$ 50,9 bilhões em 2012 para R$ 19,3 bilhões em 2023, não apresentando crescimento no período.

“O resultado teve impacto da venda da participação na Via Varejo (Casas Bahia e Ponto Frio) em 2016, da venda do Assaí em 2021 e da venda dos hipermercados em 2022. Para 2023, o grupo separou suas operações com o grupo Éxito, mantendo somente a marca Pão de Açúcar, que obteve faturamento de R$ 19,3,0 bilhões em 2023, um valor 11,1% acima de 2022”.

Ademais, segundo a DVinvest, um fator bastante positivo a ser destacado é o aumento nas vendas em mesmas lojas de 3,6%, caso sejam retirados os postos.

“No período, tivemos uma deflação alimentar. Assim, as concorrentes apresentaram crescimento menor nas mesmas lojas. O que sinaliza um bom poder de repasse por parte do Pão de Açúcar. Dessa forma, o crescimento natural foi acompanhado de um aumento no número de lojas, que contribuíram para a marca apresentar um bom incremento em sua receita no trimestre”, finaliza a casa de análise.

Resultado trimestral Grupo Pão de Açúcar (GPA)

  • Caixa Operacional: R$ 907 milhões em 2023, melhora de R$ 1,4 bilhão vs. 2022, que apresentou deterioração de R$ (532) milhões;
  • Receita bruta das operações: crescimento de 6,3% vs. 4T22;
  • Operação de e-commerce: crescimento acima de 20%;
  • Vendas mesmas lojas: aumento de 4,3% vs. 4T22, suportada por crescimento do volume diante do cenário de deflação em categorias relevantes;
  • Market share: quinto trimestre consecutivo de evolução, com avanço de 0,3 p.p. vs. 4T22;
  • Margem Bruta: 25,7%, evolução de 3,1 p.p. vs. 4T22 e 0,6 p.p. vs. 3T23;
  • Margem Ebitda Ajustado: 7,7%, aumento de 1,8 p.p. vs. 4T22 e 0,7 p.p. vs. 3T23;
  • Dívida líquida: redução de R$ 0,7 bilhão, com diminuição de 0,8x da alavancagem vs. 3T23;
  • Posição de caixa: R$ 3,0 bilhões, correspondente a 3,1x a dívida de curto prazo.
resultados-fianceiros-grupo-pão-de-açúcar_its-money
Confira a tabela com os principais resultados do Grupo Pão de Açúcar no 4T23. Acesse o release completo no site da empresa.

Análise de resultado PCAR3 (4T23)

“Achei o resultado bem interessante. O SSS (Same Store Sales) foi o melhor entre as empresas de varejo alimentar, sinalizando um bom poder de repasse”, avalia Renato Reis, analista fundamentalista na DVinvest.

Além disso, segundo ele, o turnaround do grupo funciona bem no momento. Com a margem apresentando evoluções consecutivas há 8 trimestres, chegando cada vez mais próxima a um cenário de geração de caixa.

“A dívida me preocupa devido ao volume. Dessa forma, a empresa precisa realizar de forma relativamente rápida sua virada operacional para que não tenha complicações no futuro. A elevação no preço alvo já conta com algumas melhorias na margem de lucro. Assim, o mais recomendado é aguardar até que números melhores de fato apareçam no resultado”, pondera.

Além do Grupo Pão de Açúcar, confira os resultados corporativos do 4T23 já divulgados pelas empresas.

casa-de-análise-de-ações_its-money

Histórico de resultados PCAR3

Agora, confira abaixo o histórico de resultados do Grupo Pão de Açúcar (PCAR3), com um resumo dos principais números levantados no reporte das empresa, além da análise do especialista. Boa leitura!

Balanço corporativo PCAR3 3T23

O Grupo Pão de Açúcar (PCAR3) reportou um prejuízo líquido consolidado de R$ 1,295 bilhão no terceiro trimestre de 2023. Assim, alcançou um valor quase quatro vezes maior do que o registrado no mesmo período de 2022.

Segundo o release de resultados que a empresa divulgou nessa segunda-feira (30), o número inclui o resultado das operações descontinuadas, principalmente dos hipermercados e o Grupo Éxito.

Sem o Éxito, a empresa teve um lucro líquido consolidado de R$ 809 milhões no 3T23, uma variação de 452% contra os R$ 229 milhões de prejuízo no terceiro trimestre do ano passado.

A empresa divulgou o resultado nessa segunda-feira (30). Além do Grupo Pão de Açúcar, Ambev, Lojas Quero-Quero, Isa Cteep, Intelbras, Assai, IraniUsiminas, Suzano, Multiplan, Copasa, Hypera, NeoenergiaSantanderKlabinRomi e WEG já divulgaram os resultados corporativos do 3T23.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) ajustado consolidado foi de R$ 1,137 bilhão. Ou seja, alta de 478% em relação a um ano antes.

Se contar apenas a operação do Novo GPA Brasil e excluir impactos do Cnova, o Ebitda é de R$ 333 milhões, alta anual de 32,1%.

Receita

Além disso, a receita líquida cresceu 9,7% ante o terceiro trimestre de 2022 e fechou em R$ 4,742 bilhões.

Por outro lado, as margens da companhia aumentaram. A margem bruta cresceu 1,3 ponto porcentual(pp), para 25,1%.

Já a margem Ebitda ajustada consolidada teve alta de 19,4 pp, para 24,0% e a margem Ebitda somente do GPA Brasil foi de 7%, uma alta de 1,2 pp.

“Os resultados que apresentamos nesse terceiro trimestre demonstram a continuidade da evolução positiva dos nossos negócios, de maneira sequencial e consistente. Um ano e meio após o início do processo de turnaround, registramos forte crescimento das vendas mesmas lojas, com destaque para o Pão de Açúcar e Proximidade, com ganhos contínuos de market share em todos os formatos e forte aceleração do e-commerce – com 15% de crescimento da receita e aumento da margem de contribuição em relação a 2022”, disse Marcelo Pimentel, diretor Presidente do GPA em comunicado

Análise de resultado PCAR3 (3T23)

Renato Reis, analista fundamentalista da DVinvest que faz análises dos resultados corporativos para o It’s Money, diz que o resultado foi positivo.

“Operacionalmente eu gostei bastante do resultado, o crescimento orgânico foi de 5,7%, algo bom dado o cenário de deflação nos alimentos.”

Além disso, ele destaca que a margem de lucro, que era o ponto mais preocupante, melhorou. Isso apesar de ainda estar aquém de um nível “normal”.

“As estratégias que a empresa tomou de melhorias na eficiência e no crescimento tem se provado positivas, algo que me chama a atenção para o papel. Ainda prefiro esperar mais um trimestre para ter clareza em como vai ser o balanço e a parte de dívidas pós-venda do Éxito. Mas a evolução operacional era o ponto que mais me preocupava, então gostei do que vi.”

pcar3-analise-de-resultado
Confira a tabela com os principais resultados do Grupo Pão de Açúcar no 3T23. Acesse o release completo no site da empresa
Written By
Redação It's Money

A redação do portal It’s Money é formada por um time de profissionais com ampla experiência editorial, com acompanhamento e revisão de jornalistas especializados.